Waldez e Davi apresentam área e projeto do novo Hospital de Emergências de Macapá

Projeto é considerado a maior obra de saúde do estado. A unidade será edificada na área onde ficava a antiga Vila Militar, atrás do Hospital de Emergências Oswaldo Cruz.

Da Redação

O Governador do Amapá, Waldez Góes, e o senador Davi Alcolumbre apresentaram, nesta sexta-feira, 1, o projeto para a construção do novo Hospital de Emergias de Macapá durante uma visita técnica realizada na área das futuras instalações da nova unidade.

O local fica onde era localizada a antiga Vila Militar, atrás do Hospital de Emergências Oswaldo Cruz, Centro da capital.

O Estado fez a demolição das casas da antiga vila logo depois da cessão do terreno pelo Exército Brasileiro, articulada pelo senador e o governador para a construção do novo hospital.

O projeto é considerado a maior obra de saúde do estado. São mais 10,9 mil m² de área para expansão dos serviços prestados, com ampliação para, inicialmente, 248 leitos na estrutura total. Os recursos, R$ 119 milhões, de emendas parlamentares, foram articulados pelo senador Davi.

Waldez destacou que o novo Hospital irá aumentar em 100% a capacidade de assistência de urgência e emergência à população, com infraestrutura moderna, com a instalação de heliporto, rampas, pediatria e entre outros.

“Além desse novo projeto, também destacamos a ampliação do Hospital de Emergências Oswaldo Cruz, que será entregue para à população no final de julho, pois já estamos com 90% dos serviços concluídos. Essa obra também faz parte do nosso planejamento, que irá desafogar o fluxo de atendimentos que até então estão concentradas na antiga unidade, pois iremos dobrar a capacidade com a entrega de mais 90 leitos”, reforçou o governador.

O Senador Davi, afirmou que o novo pronto-socorro de Macapá mudará o patamar da saúde pública amapaense.

“A obra começará ainda esse ano e temos um prazo de conclusão de 2 anos. E Hoje estamos anunciando uma ótima notícia para os amapaenses, pois é um sonho de cinco décadas agora se torna realidade, graças ao esforço conjunto com o Governo do Estado”, disse o parlamentar.

Projeto

O projeto inicial prevê a edificação vertical da nova unidade, a qual terá cinco andares. Os serviços de saúde oferecidos pelo novo hospital serão focados em atenção especializada de média e alta complexidade, com unidades funcionais de atendimento de urgência e emergência, incluindo trauma, ortopedia, cardiologia, tratamento de queimados, atendimento de clínica médica com internação pediátrica e adulta, serviços de apoio ao diagnóstico e terapia.

Projeto contempla, também, heliporto, rampas de acesso e estacionamento.

Ampliação

A obra de ampliação do Hospital de Emergências Oswaldo Cruz, que está 90% dos serviços concluídos, tem previsão de entrega para julho. O objetivo é ampliar o atendimento do Pronto Socorro até que o Estado conclua a construção do novo Hospital de Emergência.

Por esse motivo, o anexo está localizado estrategicamente atrás do antigo Hospital e ao lado do terreno que receberá o novo projeto. Após a conclusão, a unidade vai dobrar a capacidade de atendimento hospitalar de 90 para 180 leitos.

O anexo terá 1.778 m² de área para a expansão dos serviços e comportará 19 enfermarias, 10 postos de enfermagem, escadas, elevadores, rampa de acesso, sistema de tratamento de esgoto, subestação e gerador.

Leia mais: https://www.conexaobrasilia.com/com-terreno-e-recursos-garantidos-obras-do-novo-he-devem-comecar-ainda-este-ano/

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...