Gove Header

Socioeducandos do Creas Liberdade participam de palestra sobre o combate à violência doméstica

Os casos de violência contra a mulher podem ser denunciados nas delegacias especializadas da Polícia Civil, através do boletim de ocorrência.

Da Redação

Nesta quinta-feira (2), o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) Liberdade realizou uma palestra sobre violência contra a mulher para os socioeducandos atendidos pelo Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida (LA) e de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC).

Quinze jovens participaram do encontro, que foi conduzido pela ativista Ester de Paula. Eles puderam debater sobre tudo o que cerca a Lei Maria da Penha e as políticas de combate à violência doméstica.

“Agosto terminou, mas devemos ter atitudes lilás o tempo inteiro. Ensinar sobre a desconstrução do machismo e o combate à violência contra a mulher é fundamental no âmbito do Creas”, disse a palestrante Ester de Paula.

Para Cauã Kayky, de 18 anos, a conscientização do homem é a chave para o fim da violência contra a mulher. Ele está disposto a ensinar para os amigos que todas as mulheres merecem respeito.

“Mulher não é propriedade. Devemos respeitar o espaço delas e garantir que tenham proteção. É preciso acabar com essa cultura que as ferem e matam”, disse o socioeducando.

Como denunciar

Os casos de violência contra a mulher podem ser denunciados nas delegacias especializadas da Polícia Civil, através do boletim de ocorrência. Se houver alguma agressão e houver tempo do flagrante, a vítima pode contatar o 190. O 180 também atende vítimas durante 24 horas.

A Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher (DCCM) funciona 24 horas e está localizada na Rua São José, s/n, próximo do píer do Santa Inês, na orla de Macapá.

O Centro de Referência e Atendimento à Mulher (Cram) da zona norte e zona sul de Macapá funciona de segunda à sexta-feira, via agendamento por telefone no 99117-8137. O prédio fica localizado na rua Odilardo Silva, 844, bairro Laguinho.

Os Creas Liberdade (zona norte) e Cidadania (zona sul) também desempenham a proteção social ao cidadão que sofreu violação de direitos. A mulher vítima de violência pode procurar o prédio localizado na Mato Grosso, 635, Pacoval, entre as avenidas Paraíba e Rio Grande do Norte, para ser atendida no Creas Liberdade. Para receber atendimento no Creas Cidadania, o prédio fica localizado na rua Hildemar Maia, 1018, Santa Rita, entre as avenidas Mendonça Furtado e Presidente Vargas.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...