- Publicidade -

- Publicidade -

Reeducandos do Iapen recebem serviços de saúde em ação conjunta entre Município e Estado

O monitoramento da equipe Estratégia Saúde da Família (ESF) segue até o dia 20 de janeiro e deve atender reeducandos que possuem sintomas da síndrome gripal.

Da Redação

Nesta quinta-feira (06), a Prefeitura de Macapá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em conjunto com a Superintendência de Vigilância em Saúde do Amapá (SVS) e Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), realizaram atendimentos de enfermagem e consultas médicas aos apenados do Instituto de Administração Penitenciaria do Amapá (Iapen).

O monitoramento da equipe Estratégia Saúde da Família (ESF) segue até o dia 20 de janeiro e deve atender reeducandos que possuem sintomas da síndrome gripal.

A medida visa combater a proliferação do vírus da influenza dentro do sistema penitenciário e tratar casos positivos da doença, como explica a subsecretária de Assistência em Saúde, Alessandra Reis.

“Essa ação conjunta entre Prefeitura e Estado é necessária para que possamos alinhar estratégias de combate e proliferação da doença, tendo em vista que essas pessoas estão em contato direto com os agentes penitenciários, essa é uma maneira de preservar a saúde de todos”, destacou.

Durante o atendimento, as equipes realizam a entrega de medicamentos para os apenados de acordo com a prescrição médica. “O serviço de saúde dentro do sistema prisional segue as determinações asseguradas por lei que garantem atendimentos de saúde para pessoas que estiverem reclusas da sociedade”, concluiu.

Atualmente, o Instituto de Administração Penitenciário do Amapá (Iapen) possui cerca de 2.526 internos entre homens e mulheres. Fornece alimentação três vezes ao dia para os reeducandos e assegura assistência médica, odontológica, psicológica, social, educacional e jurídica, bem como assistência material com kis de higiene pessoal.

EstratégiasCom aumento dos casos de síndromes gripais, a Prefeitura de Macapá vem desenvolvendo estratégias para conter o surto da doença, campanhas de vacinação estão sendo intensificadas na capital, além do reforço sobre os cuidados sanitários que ajudam no combate a disseminação da doença.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...