- Publicidade -

Prometendo trabalhar até dia 31, Clécio admite poder disputar governo em 2022

Gestor municipal quer correr nos próximos dias para entregar o máximo de obras e ficar na PMM para passar a faixa ao sucessor no dia 1º de janeiro.

Cleber Barbosa, da Redação

O prefeito de Macapá, Clécio Luís (sem partido) disse neste sábado (26) em entrevista no rádio que pretende trabalhar até o último dia de seu mandato, para entregar ainda 28 obras. A satisfação de concluir seu segundo mandato consecutivo o fez admitir, sim, ter o desejo de voltar a disputar uma eleição ao Executivo, só que desta vez ao Governo do Estado, daqui a dois anos.

Ele concedeu entrevista em forma de balanço do mandato, ao programa Togas&Becas, na rádio Diário FM (90,9), quando deu mais detalhes sobre algumas informações que ele e sua equipe já repassaram ao prefeito eleito Antônio Furlan (CIDADANIA). “Ele vai receber uma prefeitura infinitamente melhor do que eu recebi, sem dívidas, com dinheiro em caixa e muitos recursos federais alocados para tocar obras estruturantes que irão melhorar ainda mais a vida dos macapaenses”, disse.

Ele destacou que a própria decisão de fazer a transição já é um avanço significativo, pois há décadas isso não era visto no Palácio Laurindo Banha. O maior salto orçamentário também foi destacado por Clécio, que disse ter herdado um orçamento de R$ 540 milhões em 2013 e agora está deixando o município de Macapá com uma proposta orçamentária de R$ 1,28 bilhão.

As únicas pendências que a nova gestão terá que manter sob curta negociação são as chamadas dívidas fundadas, referentes a débitos previdenciários, precatórios, parcelamento fiscal (Receita Federal), consignados e a antiga dívida da ENDESUR, que já foi de R$ 152 milhões e hoje está na casa dos R$ 42 milhões. “Mas estamos deixando para o Dr. Furlan mais de R$ 30 milhões em recursos para obras e R$ 20 milhões para um programa de inteligência artificial que entre outros avanços trará conjuntos semafóricos que saberão controlar o tempo nos cruzamentos de acordo com o fluxo do trânsito nos horários de maior pico”, anunciou.

Infraestrutura

Entre as obras que pretende entregar na última semana de mandato, escolas, creches, ruas e algumas consideradas emblemáticas, como o antigo Hospital do Câncer, depois Hospital Metropolitano, uma obra iniciada em 2000. “Quero inclusive anunciar em primeira mão era agora ela vai se chamar Policlínica de Macapá Doutor Papaléo Paes”, disse Clécio Luís. Outra obra importante é o chamado Shopping Popular, que está 85% pronto e que deverá ter uma entrega parcial. “Vai ser o prefeito Furlan quem entregará essa obra, mas estarei comemorando já como morador de Macapá, pois não vou sair daqui, eu casei com Macapá nestes últimos oito anos”, completou.
Ele agradeceu aos servidores da Prefeitura, seu secretariado e assessores, e prometeu correr nos próximos dias para entregar o máximo de obras e ficar na PMM para passar a faixa ao sucessor no dia 1º de janeiro. Clécio disse que pretende voltar a lecionar após cumprir uma licença-prêmio que tem direito e, claro, seguir na política.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...