Gove Header

Profissionais de saúde são capacitados no Programa de Cuidados Paliativos no Sus

O projeto faz parte do programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde.

Da Redação

Na quinta-feira (11), profissionais das equipes multiprofissionais de saúde iniciaram a capacitação de Cuidados Paliativos no Sistema Único de Saúde (SUS) – Atenção Hospitalar, Ambulatorial Especializada e Atenção Domiciliar.

O projeto faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-Sus).

A capacitação objetiva desenvolver um programa multiprofissional de cuidados paliativos (CP), através de ações executadas pelas equipes de Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (Emad), com a finalidade de melhorar a qualidade de vida dos pacientes e de seus familiares, no período em que a pessoa estiver sobre os cuidados das equipes de saúde. A capacitação iniciou nesta quinta-feira (11) dividida em três etapas.

“O programa busca implementar a cultura dos cuidados paliativos nos hospitais públicos do Brasil. No caso do Emad, nós realizamos o grupo focal, de como os atendimentos devem ser realizados. Serão dez meses de capacitação. Fase de diagnostico, fase de implementação dos planos de cuidados e monitoramento do programa depois da capacitação”, explicou Hieda Ludugerio de Souza, integrante do Programa Proadi-Sus, do hospital Sírio Libanês.

Participam da qualificação médicos, enfermeiros, nutricionistas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas e psicólogos. “Esses serão multiplicadores para os demais profissionais das equipes no sentido de disseminar a cultura dos cuidados paliativos e ajudar na implantação de um protocolo desse tipo de cuidado no SUS daqueles pacientes domiciliados”, acrescentou o coordenador municipal do Serviço de Atenção Domiciliar, Carlos Bruno.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), os cuidados paliativos executados por equipes de multiprofissionais objetiva melhorar a qualidade de vida do paciente e de seus familiares diante de uma doença que ameace a vida.

Os profissionais envolvidos em cuidados paliativos trabalham dentro das suas áreas de atuação, colaborando na qualidade de vida do paciente e da família. “O cuidado paliativo é realizado através da prevenção e alívio do sofrimento, avaliação e tratamento dos sintomas físicos, sociais, psicológicos entre outros”, concluiu o coordenador.

Programa de Cuidados Paliativos no SUS

Busca integrar a prática desta abordagem em toda rede de atenção à saúde voltada a pacientes e famílias atendidos pelo Sus de forma a proporcionar cuidados continuados integrados.

O Hospital Sírio-Libanês (HSL) é responsável pela parte de Atenção Hospitalar, Ambulatorial Especializada e Atenção Domiciliar pela capacitação dos profissionais no estado.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...