- Publicidade -

- Publicidade -

Prefeitura de Macapá apresenta medidas preventivas para o período chuvoso

As ações são relacionadas com limpeza da cidade e assistência às famílias em casos de alagamentos.

Da Redação

O prefeito de Macapá, Dr. Furlan, apresentou nesta terça-feira (25), o plano de medidas preventivas adotadas para o período chuvoso na capital. O planejamento contempla ações de limpeza da cidade, especialmente regiões críticas, como canais e áreas de ressaca, bem como o suporte às famílias em casos de alagamentos.

“Estamos trabalhando, desde o ano passado, a fim de amenizar os impactos ocasionados pelas chuvas em Macapá. Então, apresentar esse plano hoje significa, sobretudo, preocupação com esse período de inverno amazônico e, principalmente, transparência das ações que Prefeitura já vem realizando, como rotina de limpeza nos canais e áreas de ressaca”, destaca o prefeito Dr. Furlan.

As ações alinhadas estão em torno do monitoramento de áreas de riscos, limpeza de áreas de ressaca e desobstrução de canais, bueiros e galerias pluviais, implantação de atendimento pré-hospitalar de emergência em situação de desastre. Em casos de alagamentos, as famílias atendidas receberão apoio com alojamento e alimentação.

O plano de contingenciamento envolve diversas secretarias, entre elas, Obras e Infraestrutura, Zeladoria Urbana, Habitação e Ordenamento Urbano, Assistência Social, Saúde, Meio Ambiente e Educação. As ações serão realizadas em conjunto e cada pasta terá uma competência. As equipes serão acionadas sempre que ocorrer eventos, como alagamentos na cidade, ou quando o nível de precipitação pluviométrica atingir o limite – alta da maré do Rio Amazonas.

“As chuvas, conforme sua intensidade e duração podem comprometer a segurança e a incolumidade da população macapaense, provocando danos às propriedades ao meio ambiente, e as vidas existentes na área afetada. Por isso, montamos esse plano que nos guiará em caso de eventuais ocorrências”, esclarece o chefe de divisão da Defesa Civil Municipal, Aldair dos Santos.

Os técnicos e representantes envolvidos nas ações poderão ser acionados para compor a Sala de Cooperação, que ficará situada no prédio da prefeitura, ou em outro lugar considerado estratégico pelo coordenador das operações.

“Nós temos planejamento diário de limpeza na cidade, já retiramos grande quantidade de lixo dos canais e áreas de ressaca. Esse descarte inadequado contribui para os alagamentos, por isso, também peço contribuição da população para não jogar lixo nesses espaços”, finaliza o secretário da pasta, Jean Patrick Farias.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...