Residencial Barcelona

Pré-candidato a prefeito de Macapá, Promotor Moisés morre de infarto aos 58 anos

Cleber Barbosa, da Redação

O promotor de Justiça aposentado Moisés Rivaldo Pereira, faleceu de infarto fulminante nesta segunda-feira (25) em Belo Horizonte, instantes antes de embarcar de volta a Macapá. Segundo familiares, ele ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu à gravidade do ataque. Ele era pré-candidato a prefeito de Macapá nas eleições do próximo ano, aliás, a política partidária era um de seus sonhos a ser realizado, após passar para a inatividade do Ministério Público do Estado do Amapá (MP-AP).

Tendo adotado o nome político de “Promotor Moisés”, este mineiro de fala mansa já havia tentado se eleger deputado federal por duas vezes, como também senador da república e prefeito da capital.

Mas nem tudo foram rosas neste caminho. Sofreu vários revezes nas tentativas de ganhar mandato popular, com algumas ações de impugnação eleitoral, especialmente por problemas para se afastar da carreira ministerial e ficar livre para concorrer.

Em nota, o MP-AP diz ter recebido com profundo pesar a notícia do falecimento do promotor. “Moisés Rivaldo atuou com dedicação e presteza e deu sua contribuição a esta instituição”, diz a nota do MP, que acrescenta ainda que ele havia ingressado na carreira ministerial após aprovação no primeiro concurso para promotores de Justiça do Estado do Amapá, em 1991.

Outras autoridades locais, como o senador Davi Alcolumbre e o prefeito de Macapá Clécio Luiz, também se manifestaram por meio de notas. O Promotor Moisés ocupou também o cargo de secretário municipal de Educação de Macapá e era mantenedor da Faculdade IMMES em Macapá.

O sepultamento do Promotor Moisés deverá ocorrer na cidade de Caetanópolis (MG), segundo informações repassadas ao MP-AP por familiares.

- Publicidade -

- Publicidade -

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...