Gove Header

Marinha afasta da inspeção naval militares indiciados no naufrágio do Anna Caroline

A Capitania também instaurou um Inquérito Administrativo para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades que ocasionaram o acidente.

Cleber Barbosa, da Redação

Em relação aos militares indiciados no naufrágio no navio Anna Karoline III, a Marinha do Brasil (MB) através da Capitania dos Portos do Amapá (CPAP) enviou posicionamento à nossa redação informando que não se manifesta sobre resultados de investigações na esfera policial. A Capitania diz ainda que instaurou o chamado “Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação” para apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades que ocasionaram o acidente com a referida embarcação, no dia 29 de fevereiro deste ano, na confluência entre os rios Amazonas e Jari.

A Marinha também informa que os militares envolvidos no caso foram afastados das atividades de inspeção naval, que deverão permanecer em atividades administrativas, poderão garantir seu amplo direito e defesa até o completo esclarecimento dos fatos. A instituição reitera ainda segundo a nota, seu “firme posicionamento” contrário a quaisquer atos irregulares. “A Marinha irá verificar rigorosamente os fatos e adotar as medidas cabíveis em caso de desvio de conduta”, encerra a nota enviada pela Seção de Comunicação Social da Capitania, coordenada pelo primeiro-tenente Vandemberg.

Leia também:

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...