Residencial Barcelona

Covid: Governo do Amapá faz nova remessa de amostras para análise e diagnóstico

Avião da Segurança Pública decolou às 6h30 de Macapá em direção a Belém (PA), onde as amostras serão entregues ao Instituto Evandro Chagas.

O Governo do Estado do Amapá (Gea) enviou, na manhã deste sábado (21), a segunda remessa de amostras coletadas de pacientes do Amapá com suspeita de terem contraído o novo coronavírus (COVID-19).

O material biológico foi levado no avião Cessna 210 da Segurança Pública do Amapá até Belém (PA), onde serão entregues no Instituto Evandro Chagas (IEC), o mais próximo dos 4 credenciados pelo Ministério da Saúde para fazer o diagnóstico da doença.

Nesse segundo malote foram enviadas 21 amostras coletadas pelos serviços de saúde do município e entregues ao Laboratório Central do Amapá (Lacen).

O diretor executivo de vigilância laboratorial do Lacen, Gelmires de Queiroz, explicou o procedimento.

“O processo tem que ser rápido, porém, para a segurança e a tranquilidade, não pode ser atropelado. O boletim de ontem fechou com 39 casos suspeitos, mas não foi possível preparar todas as amostrar para estarem nesse voo. O prazo de até sete dias foi cumprido”, explicou o biomédico.

O prazo dado pelo IEC para os resultados dos exames segue sendo de até sete dias. Entretanto, a dinâmica dos procedimentos dentro da força-tarefa nacional de enfrentamento ao COVID-19 tem sido grande, e podem ocorrer alterações.

O Governo do Amapá busca alternativas para que o diagnóstico possa ser dado mais rapidamente e que os exames possam ser feitos aqui mesmo no Estado do Amapá. Antes disso, um novo envio de amostras ao IEC deverá ocorrer.

SebraeHeader01
você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...