Em 2021 a Prefeitura de Macapá investiu cerca de R$ 30 milhões do tesouro municipal em infraestrutura

Em 2021, foram investidos cerca de R$ 30 milhões dos recursos do Tesouro Municipal que, além de promover a entrega de serviços, também foram responsáveis pela geração de empregos diretos e indiretos.

Da Redação

Todo dinheiro arrecadado pela Prefeitura de Macapá, através dos tributos municipais, retorna ao cidadão em forma de entrega de espaços públicos, prestação de serviços e demais melhorias que visam a promoção da qualidade de vida do munícipe. Em 2021, foram investidos cerca de R$ 30 milhões dos recursos do Tesouro Municipal que, além de promover a entrega de serviços, também foram responsáveis pela geração de empregos diretos e indiretos.

A arrecadação visando esse investimento é feita através do recolhimento de tributos como Alvará de Funcionamento, Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto sobre Serviço (ISS), Imposto Sobre Serviço (ISS) retido na fonte, o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) e demais taxas, que são cobradas anualmente do munícipe.

“Todo ano promovemos várias campanhas a fim de aumentar a arrecadação e fazemos isso para que, com esses recursos, a gente consiga investir ainda mais na promoção de melhorias para a elevar a qualidade de vida da população”, disse o secretário municipal de Finanças, Mario Rocha Neto.

“Com essa verba a Prefeitura de Macapá entrega ruas pavimentadas, obras e aumenta a oferta de serviço. Mas esse investimento também é responsável pela geração de emprego direto e indireto, uma vez que é necessária a mão de obra para execução da atividade e após a entrega, para o funcionamento do espaço”, completa o Mario Rocha Neto.

Entre as obras que utilizaram o recurso obtido através dos impostos, destaca-se a construção da Feira da Paraná, que custou R$ 80 mil; a reforma do Céu das Artes da zona sul, orçado em R$ 134 mil; construção de Escola de Ensino Fundamental, que custará R$ 6,8 milhões e reforma escola Caetano Thomaz, que será feita no valor de R$ 350 mil.

Os recursos também foram investidos na pavimentação de 26 dias públicas de Macapá, como a Rua Leopoldo Queiroz, no bairro Novo Buritizal, na zona sul; Avenida Favila Gentil, no São Lázaro, na zona norte; Avenida Diógines Silva, no Trem, na região central e Avenida Floresta, no Marabaixo III, na zona oeste da capital.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...