Prefeitura Header

Deputadas defendem auxílio emergencial e políticas públicas para mulheres

Integrantes da bancada feminina na Câmara dos Deputados discursam por ocasião do Dia Internacional da Mulher

Francisco Brandão, da Ag.Câmara

Deputadas da bancada feminina cobraram, na sessão do Plenário desta segunda-feira (8), a aprovação do auxílio emergencial e de outras políticas públicas para defesa das mulheres. A sessão, realizada no Dia Internacional da Mulher, foi presidida pela deputada Flávia Arruda (PL-DF). “A melhor homenagem que se pode fazer neste momento à mulher é o auxílio emergencial, principalmente à mulher negra, pobre e desempregada”, apontou a deputada Benedita da Silva (PT-RJ). “Com a pandemia, as mulheres estão sem emprego e precisam ficar em casa para tomar conta da família”, declarou.

A líder do Psol, deputada Talíria Petrone (Psol-RJ), observou que o nível de emprego das mulheres retrocedeu para o mesmo patamar de 30 anos atrás. “A primeira pessoa morta por esta tragédia que estamos enfrentando no Brasil foi uma trabalhadora doméstica, negra, periférica, que é a cara da dor, mas que também é a cara da resistência de nós mulheres no Brasil”, lembrou.

A deputada Soraya Santos (PL-RJ) comentou que as mulheres estão exercendo dupla ou tripla jornada de trabalho, atuando como enfermeiras de seus maridos e pais, ou então como professoras dos filhos que estão no ensino à distância. Para a deputada Alice Portugal (PCdoB-BA), as mulheres são as mais atingidas pela pandemia.

Já a deputada Lídice da Mata (PSB-BA) lembrou que a violência contra a mulher cresceu com as medidas de isolamento social. “A pandemia no Brasil revelou as desigualdades sociais, raciais e de gênero”, lamentou.

Servidoras
As deputadas também homenagearam as mulheres que trabalham na saúde pública e na educação. Representando a bancada feminina, a deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO) destacou o trabalho das servidoras públicas, que “podem ser doces, mas firmes quando precisam ser”.

Professora Dorinha Seabra Rezende também elogiou o papel das mulheres na inovação e pesquisa, incluindo no combate à Covid-19. “Queremos continuar ocupando outros espaços e temos nome e condição para isso”, declarou.

A deputada anunciou que a bancada feminina deve trabalhar por uma reforma tributária que beneficie as mulheres, para que exista trabalho, renda e enfrentamento às desigualdades.

Agressão
A deputada Bia Kicis (PSL-DF) comemorou a realização de operação da Polícia Federal que prendeu hoje mais de 8,4 mil agressores de mulheres. “Foi a maior operação em benefício das mulheres”, destacou. “É importante que continuem a fazer denúncias de agressão contra as mulheres.”

Por sua vez, a deputada Joenia Wapichana (Rede-RR) saudou as mulheres indígenas que trabalham pela construção de políticas públicas, pela implementação e pelo respeito aos direitos humanos e ao meio ambiente.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...