- Publicidade -

Bala Rocha decreta estado de calamidade na saúde pública em Santana

Prefeito anuncia medidas emergenciais ao comandar a primeira reunião do secretariado que assume a gestão do segundo maior município do estado.

Cleber Barbosa, da Redação

O novo prefeito de Santana, Bala Rocha (PP) realizou a primeira reunião oficial com todo o secretariado. Cada gestor de pasta terá a meta de coordenar ações efetivas para que o novo governo tenha êxito na execução das novas medidas iniciais anunciadas durante a posse. Entre essas medidas, baixou um decreto de calamidade pública na saúde até o dia 30 de junho deste ano.

Além do decreto de calamidade, o prefeito santanense deteminou ainda a abertura de um espaço na Policlínica Maria Tadeu, exclusivo para atendimento à Covid-19; Ações de prevenção, combate e Plano de Imunização à COVID-19; Calendário Escolar estendido até 9 Março; Limpeza e drenagem de canais no período chuvoso; Campanha de Multivacinação.

Leia também:

Saúde

O prefeito também visitou a Policlínica Maria Tadeu para verificar as reais condições da sua operacionalidade. A Unidade de Saúde voltará a ser exclusiva para atendimento à Covid-AP. “Atendimentos clínicos serão transferidos para escola Angelo Biragui. A secretária de Saúde, Ithiara Madureira, esteve comigo e deve coordenar ações efetivas para garantir que essa medida seja executada o quanto antes”, disse ele.

Confira o anúncio das primeiras medidas emergenciais em Santana

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...