- Publicidade -

- Publicidade -

TJAP volta a alertar a população sobre retomada de golpes que envolvem precatórios no estado

As mensagens dos golpistas usam (indevidamente e sem qualquer autorização) o nome do TJAP, além de dados pessoais do cidadão-alvo e do seu processo. 

Da Redação

A Secretaria de Precatórios do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) reitera seu alerta à população e demais autoridades sobre o Golpe dos Precatórios que tem sido realizado no estado. O diretor da Secretaria Especial de Precatórios do TJAP, João Guilherme da Costa, informa que os golpistas voltaram a agir no estado. Segundo Guilherme, desde o final de abril a Secretaria Especial de Precatórios tem recebido ligações e visitas de credores relatando mensagens por whatsapp. “Os golpistas se passam por servidores e até usam meu nome, como diretor da secretaria, e exigem pagamentos e depósitos antecipados”, relatou. “Queremos reforçar esse alerta para evitar que novas vítimas caiam no golpe”, complementou.

“Todo dia são pelo menos quatro ligações com pedidos de confirmação de veracidade dos contatos e, infelizmente, já detectamos pelo menos duas pessoas que chegaram a pagar os golpistas e precisamos encaminhá-los para a Delegacia de Crimes Cibernéticos (no Aeroporto de Macapá) para que sejam tomadas as providências”, relatou João Guilherme da Costa.

O golpe, aplicado mais comumente, por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, consiste em pedir que o cidadão que tenha processos de precatórios pendentes pague um boleto em nome de pessoa física para receber o valor. As mensagens dos golpistas usam (indevidamente e sem qualquer autorização) o nome do TJAP, além de dados pessoais do cidadão-alvo e do seu processo.

A Secretaria de Precatórios do TJAP garante que a Justiça não encaminha nenhum tipo de solicitação de pagamento para a conclusão de processo envolvendo precatório e ainda recomenda que qualquer um que receba estes pedidos suspeitos deve desobedecer e denunciar. “Se o cidadão receber esse tipo de abordagem, esteja certo: é golpe”, disse o diretor da unidade.

O tema já foi objeto de ações anteriores da Justiça do Amapá, inclusive uma entrevista coletiva de Imprensa, mas volta a preocupar a instituição.

Denuncie

O cidadão que for abordado com esse tipo de mensagem pode procurar a Secretaria Especial de Precatórios, disponível de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 14h30 por meio do Balcão Virtual no Portal do TJAP e nos contatos: Telefones (96) 3312-3711 / (96) 3312-3399 e WhatsApp (96) 98408-2105.

Em caso de registro de Boletim de Ocorrência, o credor de precatório pode procurar a Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, que funciona presencialmente dentro do Aeroporto Internacional de Macapá, das 7h30 às 18h, de domingo a segunda-feira.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...