Gove Header

Servidora do TCE Amapá lança livro sobre liderança no século XXI

Ela que já foi servidora da Universidade Federal do Amapá (Unifap), hoje é servidora efetiva do TCE Amapá, trajetória que chamou a atenção de Leandro na compilação de histórias motivacionais sobre liderança.

Da Redação

Qual o papel do líder nos dias de hoje? Essas e outras perguntas são abordadas no mais recente livro publicado pela Editora Autografia, de Leandro Nascimento Cristo, trazendo histórias inspiradoras, de superações, e novos métodos para liderar.

Uma dessas histórias publicadas é da líder Luana Carvalho, diretora de Recursos Humanos do Tribunal de Contas do Amapá. “Leandro viu minha trajetória na área de liderança e me convidou para participar do projeto. Sou líder desde 2014 e desde então venho me posicionando nas redes sociais, especificamente sobre gestão de pessoas”, explicou Luana.

Ela que já foi servidora da Universidade Federal do Amapá (Unifap), hoje é servidora efetiva do TCE Amapá, trajetória que chamou a atenção de Leandro na compilação de histórias motivacionais sobre liderança. “São 21 líderes de todo o Brasil, tanto no setor público, quanto privado, que compartilham suas histórias e ferramentas que podem ajudar outros líderes no desafio de gerir pessoas, cumprir metas, planejar estratégias e entregar resultados”, disse Luana.

Lançado nacionalmente em julho deste ano de forma online, e em setembro de forma presencial no Amapá, a obra poderá auxiliar em diversos cenários que vão além do campo profissional, entre os quais o familiar, o social e o emocional, além de fornecer uma série de dicas e ideias que podem alavancar negócios e carreiras. “Minha experiência na área de liderança é fruto do ambiente que o Tribunal de Contas me proporciona”, comentou.

Mas, afinal, a liderança é uma habilidade nata ou pode ser desenvolvida por qualquer pessoa? Para Luana, ser líder reúne um conjunto de habilidades que podem ser, sim, desenvolvidas por qualquer pessoa. “Existem pessoas que já nascem com uma pré-disposição para liderança, que já chamam para si as atenções e conseguem coordenar. Porém, isso não significa que quem não possui esse perfil não possa desenvolver essas habilidades, até porque liderança não é uma fórmula fechada. Ela passa pelo objetivo que o líder tem. Existem líderes que precisarão ser mais comunicadores, gerir um número maior de pessoas, motivar mais, dialogar mais, outros estão em áreas mais analíticas, ou seja, vai depender muito do objetivo naquele posto. Quando o líder compreende isso ele consegue ser claro e objetivo”, explicou.

O presidente do TCE Amapá, conselheiro Michel Houat Harb, parabenizou a servidora pela publicação e disse que o Tribunal de Contas tem promovido a geração de conhecimento e incentivado a formação técnica de membros e servidores. “Em 2019 tivemos também a participação de servidores em publicação nacional. Já este ano, estamos sendo contemplados com este livro que surge como um incentivador de lideranças na sociedade”, ressaltou.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...