Gove Header

Senador e médico, Paulo Abuquerque fala das propriedades ‘terapêuticas’ do Carnaval

Especialista em patologias, o parlamentar amapaense diz que o riso e a alegria podem ter um efeito posititivo na saúde e qualidade de vida das pessoas

Cleber Barbosa, da Redação

O senador Paulo Albuquerque (PSD/AP), que é médico, mais uma vez recepcionou familiares e amigos no alto de sua clínica em Macapá, para assistir a passagem do maior bloco de sujos do Carnaval do Amapá, A Banda, em sua 55ª apresentação na folia tucuju. Descontraído, mas falando sério, destacou o quão democrática é a festa do bloco, para todas as cores, matizes e estilos. “Não há dúvidas de que a felicidade influencia positivamente a nossa saúde, portanto temos mais é que proporcionar alegria à população”, disse o parlamentar.

Paulo Albuquerque na verdade uniu o útil ao agradável, pois amanheceu a terça-feira gorda de Carnaval trabalhando, emitindo laudos patológicos a inúmeros exames de sua clínica até a hora da banda passar. Entre as muitas lideranças políticas e empresariais, como Itamar Sarmento, da Associação dos Distribuidores Atacadistas, passaram pela sacada de sua clínica, na esquina da Rua Leopoldo Machado com a Av. Cora de Carvalho, o prefeito de Macapá, Clécio Luís, o senador suplente Josiel Alcolumbre e o deputado e médico Antônio Furlan.

Falando ao portal ConexãoBrasília.com, Paulo Albuquerque disse ser realmente importante pensar na alegria como componente para aferir melhor qualidade de vida aos amapaenses. Citou que pesquisadores apontam algumas teorias para isso ocorrer na prática. “Podemos dizer que realmente pessoas felizes tendem naturalmente a cuidar mais de si mesmas, o que se reflete na prática de atividades físicas, cuidados com a alimentação e isso tudo contribui para algumas boas noites de sono”, disse o senador.

E ele tem razão. Um estudo publicado no jornal Applied Psychology, dos Estados Unidos, reúne evidências para comprovar que a felicidade tem influência positiva no sistema cardiovascular e imunológico, influencia hormônios, diminui inflamações e aumenta o processo de cicatrização. Isso é ligado à existência de telômeros [extremidade dos cromossomos] mais longos. “As recentes descobertas trazem uma relação direta do bem-estar mental psicológico com a saúde em nível celular”, escreveram os autores da pesquisa.

Descontração

Alguns dos convidados do ‘camarote’ de Paulo Albuquerque no desfile da Banda em Macapá | Arte: Bruno Gabriel/CB
você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...