GOVERNO JUNTO COM A GENTE INFORME 4

Sarampo: Macapá, Santana e Mazagão seguem com alerta de surto para a doença

Pelo menos 819 notificações foram emitidas durante 2021 e 534 deram positivo para a doença no Amapá.

Da Redação

O novo Boletim Epidemiológico do Sarampo divulgado pela Diretoria Executiva de Vigilância em Saúde da Superintendência de Vigilância em Saúde do Amapá (DEVS/SVS-AP) traz 819 notificações de casos suspeitos da doença entre a 1ª e 52ª semana epidemiológica de 2021.

Das notificações, 534 testaram positivo para o sarampo, o equivalente a 65,2% dos casos; e 285 (34,8%) foram descartados para a doença. Este ano, foram 15 casos notificados, dos quais oito foram confirmados para o sarampo e um segue em investigação epidemiológica. Os casos positivos de 2022 foram registrados em Macapá (seis casos) e Mazagão (dois casos).

Em relação aos 16 municípios do estado, 13 tiveram casos confirmados no ano passado. Macapá lidera o ranking entre as cidades, com 408 casos de sarampo confirmados. Em seguida, vêm os municípios de Santana (56 casos), Mazagão (22 casos), Oiapoque (16 casos), Porto Grande (7 casos), Itaubal (6 casos), Tartarugalzinho (6 casos), Pedra Branca (3 casos), Cutias e Ferreira Gomes, com 2 casos cada, Serra do Navio, Amapá e Vitória do Jarí, com 1 caso em cada.

Por faixa etária, os casos têm maior incidência entre os menores de 1 ano de idade, seguido dos de 1 a 4 anos. A vulnerabilidade desse público é por conta da vacinação, já que a maioria das crianças nesta faixa etária ainda não recebeu a vacina contra o sarampo.

O surto de sarampo notificado em 2020 no Amapá se estendeu durante o ano de 2021 e atualmente está ativo em Santana, Macapá e Mazagão – estes dois últimos com registros de casos já em 2022.

Cobertura vacinal

A cobertura vacinal da tríplice viral – que protege contra a caxumba, rubéola e o sarampo – foi alcançada apenas pelo munícipio de Pracuúba, que atingiu a meta de 95% do público-alvo vacinado com as duas doses de vacina.

Os municípios de Amapá, Cutias, Ferreira Gomes, Pedra Branca, Santana, Serra do Navio e Vitória do Jari, possuem cobertura vacinal acima de 70% para a D1. Ao todo, o estado tem 75,74% de cobertura vacinal com as duas doses de vacina.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...