Gove Header

Sala Maria da Penha é inaugurada em Mazagão

O espaço, que fica dentro da Delegacia de Polícia de Mazagão, é dedicado especialmente ao acolhimento de mulheres vítimas de violência doméstica.

Da Redação

“Vitória das mulheres”. Foi assim que as deputadas Edna Auzier (PSD), Aldilene Souza (PPL) e Cristina Almeida (PSB), definiram a inauguração de mais uma Sala Maria da Penha, entregue pelo Governo do Estado na manhã deste sábado (26/6/2021). O espaço, que fica dentro da Delegacia de Polícia de Mazagão, é dedicado especialmente ao acolhimento de mulheres vítimas de violência doméstica.

“A conquista é resultado de um esforço conjunto da bancada feminina estadual, que recebeu o apoio do presidente Kaká Barbosa (PL), que ao criar à Procuradoria Especial da Mulher e à Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência Contra a Mulher e Redução do Feminicídio, fortaleceu o trabalho no desenvolvimento de políticas públicas no enfrentamento desse mal que destrói famílias e sonhos”, disse a deputada Edna Auzier, titular da Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa.

Para a deputada Aldilene Souza, que integra à Procuradoria, a participação do Legislativo no enfrentamento à violência doméstica colaborou na integração dos poderes, que tem atendido as demandas solicitadas tanto pela Procuradoria como pela Frente.

“Desde a criação, procuramos manter um canal ativo de comunicação com o Executivo e o Judiciário no desenvolvimento de ações concretas para que às mulheres vítimas de violência tenham segurança em denunciar o seu agressor e ao mesmo tempo sintam-se acolhidas pelo estado para iniciar uma nova vida”, destacou Aldilene Souza.

Foi assim, com esse canal de comunicação junto aos poderes, que as parlamentares receberam o apoio do Tribunal de Justiça no aumento de uso de tornozeleiras eletrônicos e o botão do pânico e a implementação de salas Maria da Penha em todas as delegacias do estado.

“Todas essas conquistas nos mostram que estamos no caminho certo para proporcionar às mulheres condições para que tenham os seus direitos respeitados e possam viver sem ameaças e sintam-se abraçadas pelo poder público e tenham a certeza de que nunca estarão sozinhas”, disse a deputada Cristina Almeida, presidente da Frente Parlamentar pela Prevenção da Violência Contra a Mulher e Redução do Feminicídio.

Estiveram presentes no evento o governador Waldez Góes (PDT), o Senado Davi Alcolumbre (Democratas-AP), o prefeito de Mazagão, Durão Costa (PSL), o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Corrêa, o delegado Geral de Polícia Civil, Antônio Uberlândio de Azevedo Gomes, e representantes da sociedade civil organizada.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...