Gove Header

Retomada presencial no Fórum de Santana registra boa adesão da população

A retomada das atividades presenciais foi determinada pela Resolução nº 1481/2021-TJAP, que também mantém observados os protocolos de prevenção ao contágio pela covid-19.

Da Redação

Desde o mês de setembro, o Fórum da Comarca de Santana se encontra de portas abertas e com estruturas e adaptações necessárias para melhor atender os jurisdicionados com a devida segurança, como é o caso da Central Psicossocial de Santana, onde são realizados em média dez (10) atendimentos por dia. “Nossos serviços nunca pararam, estamos com a equipe 100% presencial e optamos em também fazer o atendimento na casa do usuário – utilizando os EPIs, distanciamento social e prancheta. Atendemos dessa forma para que o jurisdicionado não fique no prejuízo e os processos e demandas processuais não fiquem parados”, informou a assistente social Karina Montoril.

Com uma média de cinco (5) audiências por dia, a equipe da Vara da Infância e Juventude de Santana, sob a titularidade da juíza Larissa Noronha Antunes, também está a postos para atender as demandas da população. “Somos cerca de 13 profissionais atuando na Vara, distribuídos entre secretaria, central de proteção à infância e juventude e equipe psicossocial, lembrando que o atendimento remoto segue como uma opção”, destacou o chefe de secretaria Marcus Siqueira.

Sob o comando do juiz José Bonifácio Lima da Mata, a 3ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Santana vem atingindo a sua meta de desempenho com a realização de aproximadamente quatro audiências por dia. De acordo com o chefe de secretaria da unidade, Tony Jachs Paes dos Santos, “conseguimos manter nossa meta estabelecida e acredito que pelo fato de nossa equipe se encontrar totalmente presencial, conseguimos nos focar mais e trabalhar da melhor forma possível”.

No Juizado da Violência Doméstica da Comarca Santanense, sob a titularidade da juíza Michelle Farias, o chefe de secretaria Adrianzio Lima Góes, informa que na unidade são realizadas cerca de seis audiências, isso sem falar do trabalho do Núcleo de Garantias, onde são feitas comunicações de prisões (eventualmente apresentadas durante a semana) que geram também outras demandas.

“Estamos com 90 por cento da nossa equipe trabalhando de forma presencial”, informou.

A retomada das atividades presenciais foi determinada pela Resolução nº 1481/2021-TJAP, que também mantém observados os protocolos de prevenção ao contágio pela covid-19. A medida foi tomada em consideração não apenas à essencialidade do serviço público prestado pela instituição, mas também ao avanço da vacinação em todo o estado, e à diminuição das taxas de casos confirmados, óbitos e ocupação de leitos de UTI em decorrência da pandemia.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...