Gove Header

Projeto do vereador Marcelo Dias prevê “táxi lotação” em Macapá

Proposta atende solicitação dos próprios representantes dos taxistas, que buscam por melhorias para a categoria na Câmara Municipal de Macapá (CMM).

Da Redação

Dirigentes do Sindicato dos Taxistas de Macapá (Sintáxi) estiveram ontem (17) na Câmara Municipal de Macapá (CMM) em busca de melhorias para a categoria. O presidente Leandro Abreu e o secretário de Comunicação e Imprensa da entidade, Tércio Miranda, foram recebidos pelo presidente da Casa de Leis, vereador Marcelo Dias (Solidariedade) e pelo vereador Edinoelson Careca (PROS), no gabinete da presidência.

Os sindicalistas vieram acompanhar o andamento de um projeto de lei em tramitação na CMM, que cria a modalidade de táxi lotação na capital. A iniciativa, de autoria de Marcelo dias, atendendo pedido da categoria, está nas comissões permanentes e, brevemente, deve ir à votação em plenário.

A ideia é tornar o serviço de táxi mais competitivo com os oferecidos por meios de aplicativos e mototáxis. Por sugestão dos dois vereadores, os taxistas também devem adotar um aplicativo para a categoria. “Não deixem que nossa profissão seja extinta em Macapá”, pediu Tercio Miranda.

Na oportunidade, outros temas foram debatidos, como: preços praticados e padronização dos táxis na capital, para fácil identificação pela população. “Em muitos casos, uma corrida de táxi pode sair mais barata que em aplicativos”, garantiu Leandro Abreu.

Os taxistas também pediram à Câmara de Vereadores fazer pleito junto à prefeitura de Macapá, para a categoria ser incluída na lista de prioridade da vacinação contra a Covid-19. Durante a pandemia, 25 taxistas já perderam a vida para o Coronavírus.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...