Gove Header

Programa Justiça no Ar desta semana entrevista Juíza Elayne Cantuária

A magistrada destacou o papel da Vara de Família e quais foram as estratégias para superar as principais demandas e dificuldades na pandemia.

Da Redação

O programa Justiça no Ar desta semana trouxe como entrevista a juíza Elayne Cantuária, titular da 2ª Vara de Família, Órfãos e Sucessões da Comarca de Macapá e Vice-Presidente para Assuntos Legislativos da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). A magistrada destacou o papel da Vara de Família e quais foram as estratégias para superar as principais demandas e dificuldades na pandemia. (ACESSE AQUI A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA)

A Juíza Elayne Cantuária destacou ainda a importante conquista para o público LGBTQIA+ com a resolução 175/2013 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) foi possível o casamento de casais homoafetivos e o olhar do Judiciário amapaense, bem como a diferença entre união estável e casamento civil.

A magistrada relatou ainda sobre lei 12.318/2010, que trata da alienação parental, por meio da qual o ordenamento jurídico considera uma interferência na formação psicológica da criança ou adolescente, promovida ou induzida por seus genitores, avós ou os que tenham a criança e adolescente sobre sua autoridade, guarda ou vigilância.

Por fim, a Juíza Elayne Cantuária que também está como vice-presidente para Assuntos Legislativos Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), relatou a sua experiência à frente da pasta, bem como as reivindicações mais importantes para classe dos magistrados na AMB.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...