Prefeitura Header

Plataforma que facilita licenciamentos ambientais está testada e pronta, diz gerente da SEMA

Patrick Farias, que é coordenador de Geoprocessamento da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, vai ao rádio e detalha nova etapa de implantação do novo sistema.

Cleber Barbosa, da Redação

O novo sistema informatizado de licenciamentos ambientais do Amapá, segue o cronograma de implantação, depois do evento de lançamento, do tutorial de apresentação e agora com a efetiva utilização por parte da sociedade. O gerente de Geoprocessamento da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), Patrick Farias, foi ao rádio nesta quinta-feira (29), dar mais detalhes a respeito do andamento da implantação da tecnologia.
Com o licenciamento digital, a solicitação e análise de licenças ambientais podem ser feitas de forma 100% eletrônica. A inovação é fruto de uma parceria com a Fundação de Desenvolvimento Cientifico e Cultural (Fundecc) da Universidade Federal de Lavras (Ufla). Trata-se de um sistema colaborativo que já é utilizado por Roraima, Amazonas, Pará, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo.
Ele explicou que o novo sistema digital de licenciamento ambiental que irá facilitar e agilizar os processos de autorização de atividades no estado. “Estamos nesse caminho de trazer para a gestão ambiental mais tecnologia e para a população do Amapá e mais transparência e celeridade nos licenciamentos”, explicou Patrick Farias sobre sistema digital de licenciamento ambiental do GEA.
O coordenador explicou ainda que a plataforma é integrada a órgãos estratégicos como a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e à Junta Comercial do Amapá (Jucap), evitando que o usuário precise se cadastrar em vários sistemas para realizar o pagamento e acompanhar o status de seu processo de licenciamento. Além disso, a plataforma é automatizada para as solicitações, e a tramitação de processos entre cada etapa é instantânea.
Por fim, falou de outras evoluções que a nova gestão informatizada irá proporcionar, seja na regularização fundiária, seja na fiscalização ambiental. “Nossa transformação digital é um pacote de soluções, além do licenciamento, existe o sistema online de fiscalização. Mas estamos reformulando a estrutura para criar uma plataforma junto à Polícia Federal para fiscalizar casos de desmatamento”, concluiu Patrick Farias.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...