Gove Header INFORME 3

1ª Reunião de Análise da Estratégia é realizada pelo MP-AP

A análise ocorre a cada semestre para apresentar resultados, avaliar desempenho, efetuar ajustes, traçar planos e deliberar sobre a execução.

Da Redação

Os membros do Comitê de Gestão Institucional do Ministério Público do Amapá, com a equipe de Planejamento do MP-AP e gerentes de projetos, participaram nesta terça-feira (10), da 1ª Reunião de Análise da Estratégia (RAE), após a adesão da instituição ao Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público (PEN-CNMP/2020-2029). A análise ocorre a cada semestre para apresentar resultados, avaliar desempenho, efetuar ajustes, traçar planos e deliberar sobre a execução.

A reunião foi conduzida pela presidente do Comitê e procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, acompanhada do articulador do Planejamento Estratégico, secretário-geral da instituição, Alexandre Monteiro, e auxiliada pela equipe do Departamento de Planejamento (Deplan), Éder Quintas e Mardem Amorim.

O encontro contou com a participação dos membros do Comitê: subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, Clara Banha; a corregedora-geral adjunta do MP-AP, Estela Sá; a coordenadora-geral dos Centros de Apoio Operacional (CGCAO), Judith Teles; a coordenadora do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), Socorro Milhomem; e o chefe de gabinete da PGJ, João Furlan. Presente ainda, o titular da Promotoria de Defesa dos Direitos Constitucionais, promotor de Justiça Paulo Celso Ramos, e participação virtual dos coordenadores dos Centros de Apoio Operacional, promotores de Justiça Roberto Alvares (Educação) e Fábia Nilci (Cidadania), além dos assessores técnicos dos CAOps e membros da CPE/MP-AP.

Éder Quintas e Mardem Amorim apresentaram as etapas executadas no processo de adesão do Planejamento Estratégico Institucional do MP-AP (PEI) ao PEN/CNMP, explicitando cada fase e próximos passos nessa transição. Os servidores, que integram o grupo formado para desenvolver o Projeto de Adesão do MP-AP ao PEN, informaram que, atualmente, estão realizando entrevistas com os líderes (stakeholders) e fizeram a apresentação do formulário da pesquisa para consulta pública à sociedade. O formulário da pesquisa para o público interno e externo está disponível no Portal do MP-AP.

No encontro híbrido, foi apresentando ainda o desdobramento do Plano Geral de Atuação resultado de reuniões com todas as unidades ministeriais, realizadas com apoio da coordenadora-geral do CGCAO, e submetidos à aprovação do Colégio de Procuradores, instância máxima de aprovação da estratégia institucional (Resolução 004/2022-CPJ).

“Estamos fazendo esse acompanhamento das tratativas, por meio de reuniões semanais com a equipe de Planejamento do CNMP, que está dando todo suporte técnico para o alinhamento do MP-AP ao PEN”, ressaltou Alexandre Monteiro.

Judith Teles falou sobre a participação do CGCAO nesse processo em construção, fazendo o acompanhamento de cada projeto estratégico apresentado pelos Centros de Apoio, por meio de reuniões periódicas com os assessores, para que haja integração das ações alinhadas ao PEI.

As procuradoras de Justiça Clara Banha, Socorro Milhomem e Estela Sá parabenizaram o trabalho realizado pela CPE/MP-AP e destacaram a importância do trabalho realizado pela coordenadora do CGCAO, Judith Teles. Foram unânimes em declarar que essa integração e a participação de todos é fundamental para continuidade dos projetos da instituição.

A PGJ e presidente do Comitê de Planejamento Estratégico do MP-AP também parabenizou o esforço dos membros e servidores que estão colaborando efetivamente, destacando o trabalho da procuradora Judith Teles que uniu os CAOps e agora estão trabalhando de forma estratégica.

“Tudo tem que ter planejamento. Que bom que Ministério Público do Amapá se associou ao PEN para uma atuação alinhada com a estratégia nacional. Tudo é fruto de construção coletiva. Estão todos de parabéns!”, pontuou Ivana Cei.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...