Gove Header

Ouvidor do Tribunal de Contas do Amapá estimula população ao controle social

Estratégia de novo programa é ir muito mais além que o ato de julgar contas públicas executadas, mas ainda no curso da execução das políticas públicas.

Cleber Barbosa, da Redação
O conselheiro Reginaldo Reginaldo Parnow Ennes, hoje também ouvidor do Tribunal de Contas do Estado (TCE/AP) foi ao rádio nesta segunda-feira (09) falar do projeto de implantar a Ouvidoria Day, que acontece no dia 16 de março, para dialogar sobre a importância do controle social. Ele esteve no programa Café com Notícia, na rádio Diário FM (90,9) dando mais detalhes dessa nova iniciativa.

Ele explicou que será lançado um programa chamado Interagir no Meio do Mundo, que vai ao encontro da população para escutar a comunidade e dialogar com ela. “Entendendo que controle não é feito apenas sobre processos, controle também é feito sobre políticas públicas, controle também é feito com o auxílio da comunidade, com o olhar da sociedade”, argumenta o conselheiro.

Ele disse ser importante desmistificar não apenas para o conjunto da sociedade, mas até mesmo internamente, sobre o verdadeiro papel do Tribunal de Contas, que para muitos é apenas o rito de julgamento, com os membros sentados com suas capas pretas [togas] para julgar e condenar alguém a devolver recursos.

Para Reginaldo, o controle social deve ir muito mais além disso. “O controle sobre as políticas públicas deve ser concomitante ao andamento das políticas, na aplicação da saúde, da educação e assim por diante que levem de fato a melhorias”, pondera.

Prevenção

A estratégia é ir muito mais além que o ato de julgar contas públicas executadas, mas ainda no curso da execução das políticas públicas. “Vamos inclusive para as escolas, com um aplicativo de internet onde vamos melhorar a qualidade da educação através do controle social tanto da gestão como da aplicação da educação formal”, completa o ouvidor.

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...