Gove Header

Novo apagão deixa amapaenses sem energia elétrica por quase 3 horas

Desligamento aconteceu na linha de transmissão entre Jurupari e Laranjal do Jari, em circunstâncias que ainda estão sendo investigadas pelo operador nacional.

Paulo Silva e Cleber Barbosa

Foi registrado um novo apagão no Amapá nesta quarta-feira (16), deixando a população sem energia elétrica por quase 3 horas, a quinta interrupção semelhante num intervalo de menos de um ano. Ainda não se sabe as causas dessa nova ocorrência, mas os órgãos de controle, como o Operador Nacional do Sistema, prometem investigar as responsabilidades.

Segundo informações iniciais passadas pelo Ministério de Minas e Energia, a ocorrência no SIN aconteceu às 16h05. O desligamento foi registrado no sistema de 230 kV que atende Macapá. A distribuidora local, LMTE (Linha de Macapá Transmissão de Energia), confirmou a ocorrência e que não iria comentar porque o evento não estava relacionado com seus ativos.

Já a CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá) manifestou-se em entrevista ao programa Café com Notícia, na Rádio Diário FM (90,9).

Recorrente

O presidente da estatal, Marcos Nascimento, disse que o desligamento foi rápido, algo comum no setor elétrico no país, mas a reconexão é que ainda leva um tempo para acontecer. “Infelizmente, no sistema que atende o estado do Amapá, isso tem ocorrido com certa frequência, mas adianto que não é uma causa como aquela que ocorreu em 4 de novembro [ano passado], mas esse tipo de evento, ainda que pequeno, tem ocorrido sim e afeta o sistema que abastece o estado”, disse ele.

Uma fiscalização das torres de transmissão e toda a rede deverão passar por criteriosa ação demandada pela ANEEL, segundo as primeiras informações repassadas pela direção da CEA.

Carga de energia

Segundo o MME, em consequência do distúrbio houve o desligamento de toda a carga atendida pela Subestação Macapá, de cerca de 250 MW. Essa é a subestação em que iniciou o apagão que atingiu o estado por cerca de 20 dias, sob concessão da LMTE.

O início da retomada do fornecimento de energia iniciou às 16h21, com o religamento de um circuito da linha de transmissão. E, ainda, que o restabelecimento do fornecimento está sendo realizado de forma coordenada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico.

As causas do desligamento deverão ser identificadas no Relatório de Análise de Perturbação.

Repercussão

Esse desligamento ocorre no momento em que no Senado Federal foi iniciada discussão da MP 1031, de privatização da Eletrobras. E o evento foi até citado como argumento por senadores, como Randolfe Rodrigues (Rede-AP), para justificar a rejeição pelo projeto de desestatização da companhia.

No momento, inclusive a discussão ainda está focada se a matéria será votada ou não nesta quarta-feira, 16. A reclamação estava centrada no fato de que o relatório do senador relator Marcos Rogério (DEM-RO) ainda não havia sido apresentado e que ainda não seria possível avaliar o texto apresentado.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...