Gove Header

Nova diretoria do Sindicontas discute pauta com presidência do TCE Amapá

Na pauta esteve a apresentação formal da nova composição sindical, eleita em março deste ano, o Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI) e progressões.

Da Redação

A nova diretoria do Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Amapá (Sindicontas) foi recebida nesta terça-feira (25/05), pelo conselheiro Michel Houat Harb, presidente do TCE Amapá. Na pauta esteve a apresentação formal da nova composição sindical, eleita em março deste ano, o Programa de Aposentadoria Incentivada (PAI) e progressões.

A presidente do Sindicontas, Maria Orlandina Teles, adiantou que as discussões do programa de aposentadoria estão avançadas e que beneficiará tanto o servidor efetivo quanto os membros da Corte.

Juliano Araújo, membro da diretoria sindical, disse que a discussão sobre o PAI deverá envolver, também, a necessidade de realização de concurso público, uma vez que muitos servidores da primeira turma já estão em processo de aposentadoria.

A incorporação de 173% da gratificação de controle externo também foi um dos pontos da pauta de reivindicação. “Sabemos que tudo é trabalhado em cima do orçamento, mas o presidente Michel adiantou que vai estudar o assunto”, comentou Orlandina.

A saúde do servidor em época de pandemia também foi discutida na reunião. Entre as sugestões apresentadas pelo sindicato está a aquisição, pelo Tribunal de Contas, de um médico ou enfermeiro que possa oferecer atendimento de urgência a quem necessitar quando estiver no trabalho.

Um novo plano de carreira para os servidores também foi reivindicado, o que para Dacicleide Gatinho, também da diretoria, vai trazer benefícios para a categoria, resolvendo todas as questões envolvendo progressões e promoções.

O presidente do TCE Amapá, Michel Harb, se colocou à disposição da nova diretoria sindical, e disse que vai analisar em conjunto com seus técnicos, diretores e membros os avanços apresentados na reunião. “Estamos de portas abertas para discutir melhorias para os servidores e membros. Sempre dentro da legalidade e das nossas possibilidades e condições vamos avançar”, concluiu.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...