Após passagem do Círio ruas do trajeto recebem banho com “lavanda”

Cliver Campos, Jornalista

Aproximadamente 300 mil pessoas estiveram presentes nas ruas da capital na manhã de domingo, 13, para acompanhar a procissão do Círio de Nazaré. O trabalho de limpeza realizado pela Prefeitura de Macapá iniciou após a saída da imagem da santa do Santuário de Fátima, no bairro Santa Rita, à igreja São José. Foram retiradas cerca de 25 toneladas de lixo das vias do percurso, que também receberam a lavagem com essência de lavanda. A novidade deste ano foi a roupa especial “Dry Tech”, a qual reduz a exposição dos raios ultravioleta em 50%, que os garis e margaridas usaram durante os serviços de limpeza.

O secretário de Manutenção Urbanística de Macapá, Claudiomar Rosa, fez uma avaliação dos serviços. “Acompanhamos de perto, foi uma ação bastante positiva, pois foram 6 horas de serviços que envolveram mais de 200 profissionais, entre técnicos da Semur e serviços gerais, para fazer a limpeza, lavagem da pista. Este ano, foram usados 60 mil litros de essência de lavanda para perfumar as vias do percurso. Mais uma vez encerramos com o tradicional almoço do Círio, que nós oferecemos aos profissionais como uma maneira de recompensá-los por toda a dedicação e sensibilidade”, destacou.

A dona de casa Irene dos Santos manifestou a sua felicidade em mais um ano poder prestigiar a festividade em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré. “Estou muito feliz, por estar com saúde para ver a procissão. Os serviços de limpeza são muito importantes, pois, desde 2010, eu ornamento a minha casa e recebo familiares. Essa rua ficava uns dois dias suja depois do Círio. Agora não, o nosso prefeito valoriza a nossa religião e a nossa cidade”, declarou.

A “margarida” Maria Olívia se sente feliz em executar o seu trabalho. “Trabalho há quatro anos na limpeza da cidade, e há três participo da limpeza pós- Círio, antes de começar o trabalho, tomamos um café reforçado, e durante todo percurso também recebemos água e alimentação, tanto da Semur quanto população que ajuda os fiéis na romaria.

“Considero muito boa essa ideia de limpar e lavar as ruas depois da procissão, pois ajuda a manter a cidade organizada, Eu parabenizo esses profissionais que hoje estão aqui colaborando com essa festividade, pois poderiam estar com seus familiares, mas vieram dar a sua contribuição”, ressaltou a empreendedora Eliana Vilela.

Trasladação

O trabalho de limpeza também foi feito após a trasladação da imagem da santa da catedral ao Santuário de Fátima, na noite de sábado, 12. Foram removidos 800 quilos de papel e 300 de descartáveis, como copos e garras PET. Todo material coletado foi encaminhado ao aterro sanitário de Macapá.

 

- Publicidade -

- Publicidade -

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...