- Publicidade -

MP-AP participa de solenidade de implantação do Gaeco federal no Amapá

A nova unidade atuará na investigação de crimes praticados por organizações e associações criminosas, e atos de improbidade administrativa.

Da Redação

O subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos e Institucionais do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Nicolau Crispino, representou a procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei na solenidade de instalação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco Federal), promovido pelo Ministério Público Federal (MPF) no Amapá. O evento foi realizado na terça-feira (29), no Auditório da Justiça Federal, em Macapá. A nova unidade atuará na investigação de crimes praticados por organizações e associações criminosas, e atos de improbidade administrativa.

A solenidade foi conduzida pelo procurador chefe do MPF/AP, Alexandre Guimarães. Baseado nas experiências dos Ministérios Públicos Estaduais, que há mais de três décadas têm nos Gaecos um suporte seguro e eficiente no combate à criminalidade, o Ministério Público Federal (MPF) instituiu o Grupo no ano de 2020, e após dois anos é oficializado no Amapá. O objetivo é que o novo suporte de segurança federal atue de forma conjunta com demais estruturas na gestão de inteligência em que haja necessidade de apoio mútuo.

Institucionalização do combate ao crime – Formados a partir de critérios claros e mediante manifestação dos procuradores locais, os Gaecos são destinados a aprimorar a atuação do MPF nos casos de grande complexidade e no combate à macrocriminalidade. O modelo é baseado em experiência adotada há mais de três décadas nos Ministérios Públicos estaduais. No MPF, foi efetivado em 2020. O Gaeco federal no Amapá foi instituído pela Portaria PGR/MPF Nº 176, de 31 de agosto de 2022, que designou os procuradores da República Thereza Maia e André Bica para compor, por meio de dois ofícios especiais, o Gaeco/MPF-AP, pelo prazo de dois anos.

Na ocasião, Nicolau Crispino recebeu, em nome da PGJ do Ministério Público do Amapá, um Certificado de Reconhecimento do Ministério Público Federal (MPF), por conta da parceria institucional e contribuição para o cumprimento do papel constitucional do MPF serão homenageadas.

“O Ministério Público do Amapá tem demonstrado ser parceiro de todas as instituições que têm interesse no combate às organizações criminosas. Parabenizo o MPF pela instalação do Gaeco Federal. Em nome de nossa PGJ, Dra. Ivana Cei, reforço que o MP-AP está à disposição para auxiliar a nova unidade de investigação. Também agradeço o reconhecimento à nossa procuradora-geral de Justiça pelas ações da gestão em parceria com o Ministério Público Federal. Seguiremos no trabalho conjunto em favor da sociedade amapaense”, comentou Nicolau Crispino.

Também presente a coordenadora do GAECO/MP-AP, promotora Andréa Guedes, o membro auxiliar do Gaeco/AP, promotor de Justiça Rodrigo César Assis e a equipe da unidade especial.

Autoridades presentes

Além de membros do MP-AP, estiveram presentes autoridades do Judiciário, em âmbito federal e estadual, Oficiais Militares, superintendentes das polícias Federal e Rodoviária Federal e Agência Brasileira de Inteligência.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...