Gove Header

Estudantes dizem ser inviável adiar processo seletivo da Unifap para o fim do ano

Janaína Corrêa reclama no rádio da decisão da Universidade Federal do Amapá de adiar para o segundo semestre o cronograma de seleção dos novos universitários.

Cleber Barbosa, da Redação

Presidente estadual da União da Juventude Socialista e representante do movimento estudantil, Janaína Corrêa foi ao rádio nesta sexta-feira (09) falar sobre os impactos da decisão da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) em adiar o processo seletivo para o segundo semestre. Em entrevista ao programa Café com Notícia, na Diário FM (90,9), ela se disse decepcionada

Para a líder estudantil, com a definição do novo calendário, com matrículas em setembro. “O Enem 2021 já é próximo do fim do ano então os resultados e as matrículas vão acontecer muito próximos então os prejuízos que isso pode acarretar vão desde o desgaste da saúde física e mental destes estudantes, que vão ficar o ano inteiro sem saber o que fazer, como também os prejuízos financeiros já que muitas pessoas investiram tudo que tinham nos estudos mesmo num período tão difícil para todos”, pondera.

Janaína disse ainda que existe um movimento chamado “PS 2021 já” em uma rede social que já reúne mais de 1 mil assinaturas com o objetivo de forçar que o resultado do processo seletivo ainda nesse primeiro semestre.

Diálogo

Questionada sobre uma eventual tentativa de dialogar com a universidade, ela disse que integra também o Conselho Universitário, que é por onde essas decisões são tomadas, mas que por diversos motivos levantados pela Reitoria, não foram repassadas informações sobre essas decisões sobre o adiamento e o novo cronograma. “Embora a Reitoria tenha mecanismos legais de aprovar tudo isso sem passar pelo conselho, não escutar as representações estudantis fica muito difícil o diálogo, e a Unifap se recusa a falar sobre isso agora”, reclamou.

Por fim, Janaína Corrêa disse ser uma decisão equivocada, especialmente num momento tão importante quando se define o futuro de tantos estudantes.

Ela também lamentou a decisão de não aderir ao SISU [Sistema de Seleção Unificada] que poderia possibilitar aos estudantes um processo de seleção mais rápido por ter um mecanismo próprio que a universidade poderia aproveitar para fazer as chamadas.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...