- Publicidade -

- Publicidade -

Ministério Público de Contas tem novo procurador geral

Há pouco menos de um ano, Antonio Clésio assumiu como procurador de Contas, em solenidade realizada no dia 03 de fevereiro de 2021.

Da Redação

O Ministério Público de Contas do Amapá tem novo procurador geral. Antonio Clésio Cunha dos Santos tomou posse hoje (18/01), para o biênio 2022/2023, em cerimônia restrita aos membros do Tribunal de Contas do Amapá, por medidas de segurança contra a covid. Quem deixou o cargo foi a procuradora Rachel Barbalho após dois mandatos.

Há pouco menos de um ano, Antonio Clésio assumiu como procurador de Contas, em solenidade realizada no dia 03 de fevereiro de 2021. Hoje, o MP de Contas do Amapá é composto por três membros. Além de Antonio Clésio, fazem parte as procuradoras Rachel Barbalho Ribeiro da Silva, e Amélia Paula Gurjão Sampaio Freitas.
Em poucas palavras, o procurador Antonio Clésio agradeceu a oportunidade e disse que assume disposto a contribuir para o avanço dos trabalhos que vinham sendo desenvolvidos. “Trabalhei por muitos anos como procurador do Estado, e hoje estou como procurador do MP de Contas, onde já me sinto em casa e feliz por fazer parte desta família. Por isso quero me colocar à disposição para contribuir com os avanços já alcançados. Poderei cometer falhas, mas estarei sempre de ombro aberto para corrigir e acertar”, disse.

A procuradora de Contas, Rachel Barbalho, também agradeceu a oportunidade de ter conduzido o MP de Contas, e disse que a posse do procurador Antonio Clésio iguala o Ministério Público de Contas aos demais do país quanto ao número de membros. “Lembro que ao assumir tive como uma das metas lutar pelo chamamento do terceiro integrante do MP de Contas. Fico feliz por ter participado dos avanços alcançados e continuo à disposição para contribuir no que for necessário”, destacou.

O conselheiro Michel Houat Harb, presidente do TCE Amapá, agradeceu a dedicação da procuradora Rachel Barbalho e desejou sucesso ao novo procurador Antonio Clésio. “O Ministério Público de Contas tem sido parceiro em todas as etapas que o Tribunal de Contas tem enfrentado nos últimos anos. Não iríamos conseguir superar ano após ano nossa produtividade se não tivéssemos um MP de Contas atuante. Cada presidente deu sua parcela de contribuição e cada um dá sequência no trabalho realizado. A administração pública é contínua. Tenho certeza que com a participação de todos vamos continuar colhendo bons frutos do trabalho plantado”, disse Michel Harb.

Trajetória

Formado em Direito pela Universidade Federal do Maranhão (2004), o procurador geral de Contas, Antonio Clésio possui pós-graduações em Ciências Penais; Direito Processual Civil: Grandes Transformações; Direito Processual Civil; Direito Tributário.

Anteriormente ao Ministério Público de Contas, ele ocupava o cargo de procurador do Estado, assumido em janeiro de 2009.

Na OAB Amapá, integrou o Tribunal de Ética e Disciplina.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...