- Publicidade -

- Publicidade -

Marcivânia diz que bancada do Amapá quer reforçar ajuda social às famílias em isolamento

Parlamentar amapaense diz que a mobilização política da bancada federal já destinou R$ 165 milhões para a saúde e a assistência social de quem precisa ficar em casa.

Cleber Barbosa, da Redação

A bancada federal do Amapá já destinou pouco mais de R$ 165 milhões para que o estado e os municípios possam enfrentar a pandemia do Coronavírus, nas áreas da saúde e da assistência social. Mas não deve parar por aí, segundo informou a deputada federal Marcivânia Flexa (PCdoB/AP) em entrevista nesta quinta-feira (2) ao programa Café com Notícia, na rádio Diário FM (90,9).

Ela disse que no momento em que a Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde pedem que as pessoas façam o isolamento domiciliar, é importante que essas famílias tenham garantias de sustento. “Então é preciso que essa ajuda possa caminhar lado a lado, ou seja, recursos para a saúde e recursos para a assistência social, especialmente para os autônomos e os informais, pessoas que lutam diariamente nas ruas pela sua sobrevivência”, disse a parlamentar.

Segundo Marcivânia, a representação amapaense no Congresso Nacional redefiniu todos os recursos da chamada “emenda de bancada” para o atendimento dessa emergência que o mundo todo está vivendo e que também virou uma realidade para os amapaenses.

Foram destinados R$ 136 milhões para a saúde, tanto para o estado quanto para os municípios, e R$ 33 milhões para a assistência social, de modo a garantir um aporte financeiro maior já que o Congresso Nacional aprovou a Renda Emergencial Cidadã de R$ 600 que foi sancionada pelo presidente da república. “Esperamos que esses recursos cheguem às famílias brasileiras, especialmente aquelas de baixa renda no menor prazo possível, pois não aceitamos o prazo dado pelo ministro da economia de 16 de abril”, disse a deputada amapaense.

Neste sentido, ela disse que há um encaminhamento para pressionar o Governo Federal para que crie os mecanismos necessários para que esse dinheiro que já foi aprovado pelos congressistas chegue às mãos das famílias brasileiras para que possam realmente fazer o isolamento domiciliar, pois até que isso aconteça elas ficam em situação muito difícil.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...