- Publicidade -

- Publicidade -

Mapa epidemiológico registra aumento de mais de 123% dos casos de covid

Relatório do Coesp aponta dados dos dois últimos meses. Casos de síndromes gripais vêm crescendo e se agravam para grupos de maior vulnerabilidade.

Da Redação

O Governo do Amapá e as prefeituras reuniram, nesta segunda-feira, 3, para a análise do relatório epidemiológico do Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (Coesp), que registrou um aumento de 123,8%, número de novos casos da covid-19 e +218% no número de internações, no comparativo entre os meses de novembro e dezembro de 2021.

Foram 2.287 casos registrados só no mês de dezembro. O relatório aponta que, dos pacientes internados neste período, 80% não foram vacinados. Das pessoas que já foram vacinadas, 64% tomaram a segunda dose da vacina contra covid há mais de quatro meses e ainda não receberam a dose de reforço.

Quanto aos registros de óbitos pela covid em dezembro, 56% são da população não vacinada, sendo a maioria acima de 60 anos.

O relatório mostra dados da Secretaria Municipal de Saúde de Macapá, que apontam um aumento na média de atendimento em mais 300%, entre os dois últimos meses, nas unidades básicas dedicadas ao tratamento da doença.

Síndromes gripais

Nesta época do ano, os casos de síndromes gripais vêm crescendo e se agravam para grupos de maior vulnerabilidade, como idosos, imunossuprimidos e pessoas com doenças respiratórias crônicas.

O relatório do Coesp também apontou dados sobre os casos, que subiram 598% na capital, com mais de 14 mil casos registrados.

No no interior do estado, Calçoene possui o maior índice de notificações, com 1.862 registros nos meses de novembro e dezembro.

Também é observado o aumento de casos de síndrome gripal no Pronto Atendimento Infantil (PAI), onde o atendimento foi reforçado com escala extra para pneumologista, enfermeiros e técnicos.

No Iapen, a Secretaria de Estado da Saúde e a Superintendência de Vigilância em Saúde vão realizar a vacinação contra a influenza e atualizar o ciclo vacinal, com a terceira dose do imunizante de proteção a covid. A ação será realizada em todos os pavilhões.

A direção do instituto penitenciário avalia formas de isolamento dos internos acometidos pelas doenças. Também está prevista a testagem de casos suspeitos.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...