Gove Header INFORME 3

Magistrados e Servidores são empossados na nova Diretoria do Instituto Brasileiro de Direito da Família

O desembargador Adão Carvalho, que na cerimônia também representou a presidência do Tribunal de Justiça do Amapá, ressaltou a importância do instituto para a Justiça Brasileira e desejou êxito para a nova diretoria.

Da Redação

O Plenário do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) foi palco, na tarde de quinta-feira (9), da Cerimônia de Posse da Nova Diretoria do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM) – Seção do Estado do Amapá, para a gestão 2021/2023. O procurador de Justiça Nicolau Crispino foi empossado presidente; a juíza Elayne Cantuária, vice-presidente; o desembargador Adão Carvalho, assumiu o cargo de diretor acadêmico do instituto; e o servidor do TJAP, Ladilson Moita, foi empossado tesoureiro.

Os novos gestores afirmaram compromisso com as causas do desenvolvimento e divulgação sobre o Direito das Famílias, além de firmar que atuarão como força representativa da sociedade no que diz respeito às suas relações e aspirações sociofamiliares.

O desembargador Adão Carvalho, que na cerimônia também representou a presidência do Tribunal de Justiça do Amapá, ressaltou a importância do instituto para a Justiça Brasileira e desejou êxito para a nova diretoria. “É uma satisfação receber o IBDFAM em nossa casa, um grande parceiro do Tribunal de Justiça do Amapá. Um instituto responsável por mudanças importantes, considerado um dos baluartes do direito de família no Brasil. Muitas leis criadas recentemente, no que se refere à família, tiveram influência do IBDFAM, por meio de ações, artigos e congressos realizados pelo instituto, contribuindo com a progressão do direito no país”, discursou o desembargador.

A juíza Elayne Cantuária, que assumiu a vice-presidência do IBDFAM, discursou em nome dos empossados. “Apesar de ser um instituto da sociedade civil, ele exerce um papel muito importante dentro do Sistema de Justiça Brasileiro, porque é um instituto de vanguarda, onde todas as questões do direito de família, antes de serem julgadas ou tomadas jurisprudência, recursos repetitivos e ideários de justiça já passaram pelas mãos dos doutrinadores e membros do IBDFAM”, explicou a magistrada. “Fizemos questão de integrar a diretoria com todos os atores do sistema de justiça, para que seja uma gestão participativa, porque a justiça se constrói assim, com visões compartilhadas”, finalizou a juíza.

Também foram empossados para a nova gestão, a advogada Christina Rocha, como secretária; a advogada Lana Diniz, diretora cultural; a vereadora e advogada Adrianna Ramos, como diretora para assuntos legislativos; o defensor público Roberto Coutinho Filho, diretor do interior; a advogada Marcione Rocha, diretora de comunicação e a advogada Luciana Uchôa Ribeiro, como diretora científica.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...