- Publicidade -

Luiz Carlos diz como mandato vem usando meios remotos para atuar na pandemia

Deputado amapaense diz utilizar os meios digitais diariamente, ferramenta presente no trabalho parlamentar, como telefone, WhatsApp, Zoom e outras plataformas.

Cleber Barbosa, da Redação

O deputado federal Luiz Carlos (PSDB/AP) falou nesta segunda-feira (05) sobre como vem usando meios remotos e plataformas digitais para continuar empregando o mandato na luta contra a pandemia do Covid-19. O parlamentar lembrou que desde o início da pandemia o Congresso Nacional implementou diversas medidas alternativas para lim,itar a presença física dos representantes eleitos pela sociedade e que jamais faltou a retaguarda legislativa para garantir políticas públicas de enfrentamento à calamidade em saúde.

Ele disse que seu mandato já vinha utilizando meios remotos para conmseguir estar presente nos municípios do interior, suas bases e demais autoridades, lideranças e segmentos sociais. “Com a necessidade de isolamento social, os meios digitais tornaram-se mecanismo diariamente presente no trabalho parlamentar. Telefone, WhatsApp, Zoom e outras ferramentas já fazem parte de nossa rotina”, diz o parlamentar tucano.

Decisão

Sessão do Plenário utiliza sistema de deliberação remota | Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Ele lembrou que a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados prorrogou até o dia 16 de abril o prazo de vigência do Ato da Mesa 179/21, de 18 de março, que estabelece medidas de restrição à presença física de parlamentares e de servidores nas sessões plenárias, nas reuniões de comissões e nas unidades administrativas da Casa, em razão da emergência de saúde pública relacionada ao coronavírus.

O Ato da Mesa 188/21, que prevê a prorrogação das medidas de restrição, foi assinado pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e publicado nesta quarta-feira (31).

Até 16 de abril, as sessões do Plenário e as reuniões das comissões continuarão sendo realizadas de forma virtual e com a presença física exclusivamente dos respectivos presidentes, líderes e servidores em serviço.Os serviços presenciais de apoio e demais serviços administrativos serão prestados com o quantitativo mínimo de servidores indispensável para seu funcionamento. Também há limitação do número de servidores em gabinetes e nos diversos órgãos da Casa.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...