Juíza suspende eleição do Conselho Tutelar de Santana e mantém atuais conselheiros

Bernadeth Farias, jornalista/Tjap

A juíza Larissa Antunes, titular da Vara de Infância e da Juventude da Comarca de Santana, comunicou, nesta sexta-feira (10), que a eleição para escolha dos novos conselheiros tutelares de Santana ainda continua judicializada. Porém, não haverá prejuízo à sociedade porque os atuais conselheiros serão mantidos no cargo até decisão final, considerando que o município recorreu ao Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP).

A eleição, realizada no dia 06 de outubro de 2019, foi suspensa por decisão da juíza Larissa Noronha, a pedido do Ministério Público Estadual. De acordo com o MPE, houve abusos do poder político e do poder econômico no pleito, além de ausência de urnas em regiões populosas. “Nesta decisão, tomamos a cautela de que assegurar que o mandato dos conselheiros tutelares que terminaria na data de hoje (10), vai se estender até que haja uma nova eleição”, sentenciou a magistrada.

A juíza afirmou ainda que já aconteceu uma primeira audiência de conciliação no dia 6 de janeiro, no TJAP, onde o processo foi distribuído para o Desembargador Carmo Antônio de Souza. “Nessas audiências serão determinados os últimos procedimentos para a escolha dos novos conselheiros”, finalizou a juíza.

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...