Gove Header

Tribunal de Justiça lamenta falecimento do desembargador Eduardo Contreras

Em nota assinada pelo presidente João Guilherme Lages, o Poder Judiciário lamenta profundamente o falecimento do Desembargador Eduardo Freire Contreras.

O Tribunal de Justiça do Estado do Amapá (TJAP) comunicou nesta terça-feira (26) o falecimento do desembargador Eduardo Freire Contreras, aos 71 anos de idade. Internado há 23 dias no Hospital São Camilo, em Macapá, após ter sofrido um Acidente Vascular Cerebral, o magistrado não resistiu as complicações pós-cirúrgicas e faleceu na noite desta terça-feira, diz a nota assinada pelo presidente da Corte Estadual, desembargador João Guilherme Lages Mendes, que se diz ser com o mais profundo pesar que o faz tal comunicado.

Para o Poder Judiciário, a perda de um integrante da Corte que ainda poderia ascender à Presidência do Tjap. “Neste momento de pesar, as palavras se mostram insuficientes para expressar o desalento e a perda irreparável por qual passa o Poder Judiciário e toda a sociedade amapaense, que sempre contaram com sua dedicação magistral à prestação jurisdicional”, reforça o presidente Lages.

Ainda segundo a manifestação do Tjap, Eduardo Contreras era um homem simples, generoso, dedicado e comprometido com o fazer diário da Justiça.

Eduardo Freire Contreras, nascido em São Paulo em 24/04/1949, chegou ao Amapá em 1984, onde passou a advogar em escritório próprio. Foi membro da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Amapá, tendo ocupado o cargo de Conselheiro Federal. Aprovado no primeiro concurso da magistratura amapaense, em 1991, atuou por 27 anos como juiz até ser empossado como Desembargador do TJAP em setembro de 2018.

“Rogamos a Deus que o receba em seu abraço de luz e acolhimento. Enviamos aos familiares e amigos, bem como a toda família do Judiciário, nosso abraço de consolo e amparo”, encerra João Lages.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...