- Publicidade -

Jean Bambam anuncia neutralidade na disputa pelo governo e candidatura a prefeito

Preterido pelo partido AGIR na disputa pelo Governo do Amapá, líder comunitário e radialista pretende recorrer à Justiça para reativar candidatura.

Cleber Barbosa, da Redação

Após o anúncio da coligação de seu partido, o AGIR, com o PSD tanto para a disputa ao Governo do Amapá como ao Senado Federal, o candidato Jean Bambam anuncia que permanecerá neutro em relação à sucessão estadual e que pretende disputar a Prefeitura de Macapá em 2024. Mas pretende interpor ação judicial para reaver o direito de disputar a eleição ao Palácio do Setentrião.

Lider comunitário e radialista de 48 anos de idade, ele era um estreante na política local, tendo admitido que desde criança sonha em ser presidente da república.

Falando ao Diário do Amapá, por telefone, ele disse ter siso pego de surpresa com a desistência do partido em sua candidatura e a da Coronel Palmira ao Senado. “O nosso nome foi aprovado em convenção, conforme manda a legislação eleitoral, então na calada da noite, sem meu consentimento, ou mesmo sem me comunicar, o nosso projeto foi retirado, fiquei muito triste mesmo e decepcionado”, disse ele.

Bambam disse que o jogo é muito pesado e apesar de já estar preparado para joga-lo, considera essa demonstração do tamanho e da dificuldade de se fazer política no país. “São muto interesses envolvidos, fui preterido e tirado de cena de uma forma muito feia, mas eu já vinha alertando que isso poderia acontecer, já naquele episódio do desaparecimento do nosso registro de filiação partidária do site da Justiça Eleitoral”, poderou.

Por fim, disse que se não lograr êxito na interpelação judicial que pretende fazer, não pretende apoiar o candidato da coligação em que o AGIR faz parte e poderá permanecer na neutralidade ou até mesmo abraçar um outro nome.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...