Gove Header

Governo e trade turístico alinham medidas socioeconômicas e auxílio financeiro

A reunião com aconteceu no fim de semana, faz parte da rodada de encontros do governo estadual com representantes dos setores de comercio e turismo amapaense.

Da Redação 

O governador do Amapá, Waldez Góes, reuniu com representantes do trade turístico – a rede de empreendedores, prestadores de serviço, trabalhadores do setor e rede hoteleira – para atualizar informações sobre o projeto de lei que vai ampliar o auxílio emergencial de R$ 1,5 mil para empreendedores do segmento afetados pela paralisação das atividades por conta da pandemia.

O auxílio concedido para donos de lanchonetes, bares, restaurantes e transportadores, também vai atender às agências de turismo e empresas do segmento de eventos.

O chefe do Executivo assinou na semana passada o projeto de lei que inclui os segmentos de turismo, hotelaria e eventos no auxílio emergencial. Agora o projeto de lei tramita na Assembleia Legislativa do Amapá para votação em plenário.

Após ouvir as demandas e propostas da categoria, o governador reforçou que os dados epidemiológicos das últimas semanas são positivos. “Estamos fechando a segunda semana epidemiológica pós lockdown com a certeza que as medidas de proteção à vida e à economia foram importantes e, na segunda-feira, 26, vamos definir as medidas da próxima semana”, ponderou.

Como principais medidas de proteção à economia, o Governo do Amapá já concedeu:

– Redução da carga tributária do ICMS do óleo diesel, reduzindo a taxa de 25% para 17%

– Redução da carga tributária do ICMS de bares e restaurantes, reduzindo a taxa de 18% para 2%

– Prorrogação de validades de certidões, licenças e alvarás

– Refis do IPVA para os últimos 5 anos e o Refis ICMS de 2020

– Auxílio no valor de R$ 300 para guias de turismo que possuam o Cadastur, do Ministério do Turismo

– Cestas básicas para trabalhadores do setor

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...