Gove Header

Governo do Amapá entrega materiais didáticos e equipamentos na Região Rural do Pacuí

Foram entregues 752 de livros, 6 conjuntos para refeitórios e 2 computadores dividos entre as instituições de acordo com as suas necessidades.

Da Redação

O Circuito Educação, caravana itinerante do Governo do Amapá que leva materiais didáticos às escolas da rede pública em todo estado, chegou à Região do Pacuí, zona rural de Macapá, onde beneficiou mais 8 estabelecimentos.

Coordenado pela Secretaria de Estado da Educação (Seed), Circuito entregou 752 de livros, 6 conjuntos para refeitórios e 2 computadores do Programa Criança Alfabetizada. Os kits foram divididos entre as instituições de acordo com as suas necessidades. A entrega ocorreu na última sexta-feira (13).

Para a professora da Escola Estadual José Oliveira Coelho, Marinez Ferreira, os livros irão suprir a necessidade de conhecimento da própria cultura dos estudantes.

“Esse livro foi uma das coisas mais maravilhosas que já foram feitas para nós. Temos crianças que nunca puderam ir até a cidade ou outros pontos do estado, e através desse material vão poder conhecer um pouco de onde moram e entender mais da nossa cultura, espero que daqui um tempo possamos levar eles presencialmente nesses lugares”, completou a professora.

Os materiais didáticos são distribuídos desde 2019 e são frutos de Acordo de Cooperação Técnica firmado entre Governo e a Associação Nova Escola, em parceria com a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Udime-AP); Fundação Lemann, Associação Bem Comum e Instituto Natura.

Além das entregas, foram realizadas visitas técnicas para avaliar questões estruturais das escolas. Os locais que precisam de intervenção, foram orientados a solicitar o Programa Escolar Melhor (Proem). A gestora da Escola Estadual São Tomé, Marcicleide de Souza, comentou sobre a importância da solicitação dessa verba.

“Nossa escola estava precisando de materiais e solicitamos esse ano o Proem equipamentos, além de conseguirmos solicitar também verba para a melhoria da nossa estrutura pelo mesmo programa, tudo isso fez com que a estrutura da nossa escola fosse melhorada para os nossos estudantes”, afirmou a professora.

No fim do dia, a secretária de Educação, Goreth Sousa, reuniu com todos os gestores escolares para discutir a escuta ativa e a recuperação da aprendizagem dos estudantes. Para ela, o momento foi para uma grande troca de ideias.

“Nós temos que ter uma agenda e um pacto de aprendizagem dos estudantes. Se não trabalharmos o sucesso do estudante e a alfabetização na idade certa, não vamos evoluir, por isso criamos vários programas, como o Criança Alfabetizada, com isso esperamos nossas crianças tenham uma base escolar melhor e não venham a desistir da escola futuramente por não possuir requisitos básicos educacionais”, ponderou a secretária.

Programa Escolar Melhor (Proem)

Criado em 2016, o Proem busca promover a transferência de recursos financeiros em favor das escolas públicas de Educação Básica da rede estadual para a melhoria da qualidade do ensino. É possível acessar recursos no valor de até R$ 33 mil. Para isso, é necessário elaborar o PDE completo e/ou simplificado, com ampla participação da comunidade escolar.

Com o PDE aprovado, o recurso é transferido para cobrir despesas como aquisição de material de consumo, prestação de serviços por pessoa física e/ou jurídica e aquisição de material permanente.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...