Gove Header

Ex presidente da ALAP, Moisés Souza confirma livro sobre bastidores da política

Depois da turbulenta passagem pela direção do Parlamento Estadual, resultando até em sua prisão, o ex deputado retoma a vida com uma obra biográfica

Cleber Barbosa, da Redação

O ex deputado Moisés Souza, que foi presidente da Assembleia Legislativa do Amapá (ALAP) por dois mandatos, admite que está mesmo preparando um livro biográfico cujo título provisório é “Os amigos do Moisés e os amigos do Presidente Moisés”. Ele desmente ser um “livro-bomba” conforme se especula em algumas redes sociais, mas diz que será uma visão dos bastidores da política tucuju, tendo como pano de fundo as turbulências em torno de sua passagem pela presidência do Parlamento Estadual.

Em maio de 2012, uma operação policial batizada como “Eclésia”, cumpriu mandatos de prisão, busca e apreensão na Assembleia Legislativa e residências de servidores e parlamentares. Deu início então a uma série de processos judiciais que resultaram em prisões e perdas de cargos públicos. O alvo principal seria o próprio Moisés Souza,  que acabou condenado e preso. Mas que agora libertado e retomando a vida, diz estar sendo também retirado do polo passivo daquela ação – considerada irregular por atropelar prerrogativas de foro. “Vou provar minha inocência, é uma questão de tempo”, diz, econômico, em telefonema à redação do portal ConexaoBrasilia.com.

Por fim, ele disse já ter fechado a contratação de um jornalista para as entrevistas e a organização da obra biográfica. Confirmou que será um profissional de fora do estado e que o livro também irá dar destaque para os avanços de sua gestão à frente do Legislativo, como a implantação do sistema eletrônico de votação, as emissoras legislativas, as tratativas para a construção do edifício anexo e especialmente as ações de responsabilidade social e filantropia. “Ajudamos muita gente”, acrescentou.

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...