Gove Header

Ex candidata a vice-prefeita pede investigação sobre ataques na Internet

Lorena Quintas, jovem liderança do PCdoB que disputou a Prefeitura de Macapá, fala sobre as investidas de internauta com ofensas graves e injustificáveis pelas redes sociais.

Cleber Barbosa, da Redação

A jovem militante Lorena Quintas, do PCdoB/AP, foi ao rádio nesta quarta-feira (17) se pronunciar pela primeira vez sobre os ataques que sofreu em redes sociais da Internet, quando recebeu ofensas e xingamentos, só pelo fato de ser mulher, bonita e ter galgado novos espaços como a possibilidade de concorrer pela primeira vez em uma eleição majoritária.

Ao lado de outra expressão jovem do partido, Janaína Corrêa, que concorreu a vereadora da capital em 2020, ela concedeu entrevista ao programa Café com Notícia, na Diário FM (90,9), quando falou da dificuldade e do medo que passou após essa terrível experiência.

 

“Venho aqui com essa missão também, porque nós mulheres que estamos na militância e levantamos a bandeira do feminismo, temos a obrigação, apesar do medo, de expor esses assédios e violências sofridas”, disse a ex candidata Lorena Quintas sobre os recorrentes assédios recebido em suas redes sociais.

Ela disse que num primeiro momento se recolheu, ainda tentando administrar o episódio, considerado extremamente invasivo e traumatizante.

“Os ataques cibernéticos sempre colocam em questão nossa intelectualidade e nosso corpo, como se a gente fosse objeto. Eu acredito que isso faz a gente replanejar nossos passos e se posicione cada dia mais”, disse Janaína Corrêa, outra militante que tem sido alvo de ataques nas redes sociais.

Elas confirmaram que já foi feito um boletim de ocorrência sobre o episódio e o Ministério Público também foi acionado, prometendo acompanhar a fase da instauração de inquérito policial.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...