Em entrevista no rádio, Bala Rocha aponta prioridades para Santana

Ex senador, que também é médico, diz que experiências bem sucedidas na saúde, como em Macapá, precisam ser repetidas na segunda maior cidade do estado.

Cleber Barbosa, da Redação

Depois dos pré-candidatos a prefeito de Macapá, o programa Togas&Becas, da rádio Diário FM (90,9) abriu no sábado (05) uma série de oitivas aos postulantes ao cargo de prefeito do segundo maior município do estado, Santana, de enorme vocação portuária. A nova série foi aberta pelo ex senador Bala Rocha (PP/AP) que falou sobre algumas das propostas que pretende debater durante a campanha.
Segundo o pré-candidato, que é médico, as melhorias para a saúde do morador de Santana têm inspiração em uma experiência exitosa em Macapá, na gestão do prefeito Clécio Luís. “São três eixos principais. Primeiro a revitalização das unidades básicas de saúde, com a padronização desses imóveis; segundo a humanização do atendimento, com treinamento e capacitação de pessoal; e em terceiro lugar a ampliação do acesso, seja a medicamentos, como consultas com especialistas e a realização de exames”, anunciou.

Creches
Bala Rocha também falou sobre a necessidade de maior oferta de empregos, dialogando com o mercado e projetando todo o potencial de Santana como entreposto de cargas para o estado e a região amazônica.
Mas entende ser oportuno que as mulheres também sejam vistas e inseridas nesse processo, daí defender um arrojado projeto de abertura de mais creches. “Temos uma creche no bairro nova União viabilizada por nós ainda como parlamentar, bem como uma outra no bairro Igarapé da Fortaleza, essa com um modelo interessante de parceria público-privada, através da Sambazon, empresa exportadora de açaí. Mas está aí o novo FUNDEB também que poderá ajudar muito na ampliação desse processo de abertura de novas creches”, reforçou.

Trânsito
Por fim, Bala Rocha falou sobre soluções para o trânsito santanense, pois avalia que o projeto de pavimentação de ruas iniciado através de uma parceria com o Governo do Estado ainda carece de um arrojado plano de mobilidade urbana, pois as ruas e avenidas que ganharam sentido único, precisam possibilitar novos acessos, com a organização do trânsito.
Ele reforçou também a necessidade da pavimentação de novas ruas e a recuperação de algumas tradicionais, inclusive corredores do tráfego e vias de interligação dos bairros, como a Av. São Paulo e a Rua Vitório Galliani, que estão intrafegáveis e tomadas por buracos.
Outras propostas do pré-candidato a prefeito de Santana podem ser conferidas na íntegra nas redes sociais do Sistema Diário de Comunicação e redes sociais do programa Togas&Becas.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...