Gove Header

Em Brasília, governador Waldez defende emendas de bancada para o Amapá

O governador do Amapá está dialogando com deputados federais e senadores para aplicações de emendas e apresentou um portfólio de projetos para recursos em 2021.

Nesta quarta-feira, 24, o governador do Amapá, Waldez Góes, apresentou o portfólio de projetos para emendas parlamentares de 2021, em Brasília e reuniu com a bancada federal defendendo a aplicação dos recursos com base nas propostas elaboradas para eixos e programas estratégicos traçados no PPA.

Ao todo são 117 projetos desenvolvidos em quatro eixos: Infraestrutura, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e Defesa Social, totalizando R$ 586.299,893 em investimentos, que podem ser feitos via emendas parlamentares — instrumento utilizado pelo Congresso Nacional para participação na elaboração do orçamento anual.

Este momento de diálogo é importante para que deputados federais e senadores saibam quais projetos podem financiar com emendas de bancadas ou individuais. O chefe do Executivo destacou que cada deputado tem uma cota de emenda e o intuito é fazer com que sejam destinadas para projetos prioritários para o Amapá. “Seguiremos dialogando, alinhando e priorizando recursos para essas áreas. Temos 117 projetos prontos e que deputados e senadores vão analisar a possibilidade de contribuir”, informou.

Além das emendas individuais, Góes reforçou que para as emendas de bancada impositivas o pedido é para que a saúde seja a prioridade, principalmente por conta do enfrentamento ao novo coronavírus.

“Priorizamos a saúde, no que tange à assistência, aquisição de vacinas e também à implantação do centro de Tratamento Oncológico do Amapá para que possamos realizar a quimioterapia, cirurgias, rádioterapia, entre outros atendimentos necessários”, explicou Góes.

Agora, as propostas serão analisadas pelos parlamentares para avaliação e destinação das emendas. Entre os projetos apresentados estão:

Infraestrutura

São 27 propostas neste eixo, entre elas a construção e reforma de escolas, conclusão da reforma e ampliação do Hospital da Criança e Adolescente, construção do Centro de Nefrologia em Macapá, implantação, instalação e modernização do Museu da Imagem e do Som do Amapá, reforma do Hospital de Emergência, entre outras.

Desenvolvimento social

Neste eixo foram 42 propostas apresentadas, como o aparelhamento do Abrigo São José, construção de Hospital de Referência em Doenças Infecciosas, qualificação profissional e social do programa Amapá Jovem, entre outros projetos.

Desenvolvimento econômico

Para o desenvolvimento econômico são 19  propostas, entre o fomento ao empreendedorismo, Minha Primeira Empresa, Tesouro Verde,  fortalecimento das cadeias produtivas e qualificação profissional.

Defesa Social

Para o setor, o Governo do Amapá apresentou 29 propostas para investimentos ao Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e projetos sociais. O portfólio com todas as 117 propostas está disponível no site da Seplan ou pode ser visualizado aqui

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...