Gove Header INFORME 3

Defensoria consegue na justiça revisão do plano de vacinação contra o Covid

Signatário de ação judicial conjunta com o Ministério Público, defensor Leandro Zanata vai ao rádio detalhar diligências que ensejaram pedido na justiça.

Cleber Barbosa, da Redação

O defensor público Leandro Zanata concedeu entrevista nesta terça-feira (26) ao programa Café com Notícia, na rádio Diário FM (90,9), sobre a decisão da justiça em determinar a revisão do Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19 de Macapá. A sentença atendeu pedido conjunto da Defensoria Pública e Ministério Público do Estado.

O representante da defensoria ressaltou que havia sido expedida uma orientação prévia. “Pedimos essa recomendação para o município de Macapá com a lista de identificação e categoria das pessoas vacinadas e o local da imunização. Nesse cenário de escassez de vacina, por quantidade e insumos, a transparência é uma obrigação para tranquilizar a população”, disse Leandro.

Pandemia

A preocupação dos representantes da justiça também inclui a rede de atendimento a pacientes acometidos pela chamada segunda onda da pandemia. “Nós estamos esperando que dentro de um tempo curto o estado apresente um plano para antecipar um cenário de exaurimento de leitos, tendas do HE, que demandam um leito adequado. O que a Defensoria faz nesse momento é tentar ajudar os gestores apontando as falhas”, diz o defensor Leandro Zanata.

Por fim, ele explicou como as diligências de campo se mostraram eficazes para a formação de juízo e posterior ingresso do pedido. “Na última sexta-feira eu acompanhei de perto a realidade dos profissionais de saúde e colhi depoimentos in loco. O HU é um hospital muito bom, novo, mas há uma sensação de insuficiência em relação ao número de leitos. Sem falar dos insumos”, diz o defensor Leandro Zanata.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...