Gove Header

Davi Alcolumbre é eleito para presidir a CCJ, comissão mais importante do Senado

A CCJ é considerada a mais importante da Casa, já que tem a prerrogativa de analisar a constitucionalidade e a admissibilidade de todas as propostas.

Por aclamação, o ex-presidente do Senado Federal, senador Davi Alcolumbre (Democratas-AP), foi eleito, na manhã desta quarta-feira (24), presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal. O senador Antonio Anastasia (PSD-MG) será o vice-presidente.

Davi vai suceder Simone Tebet (MDB-MS) na presidência da comissão. A CCJ é considerada a mais importante da Casa, já que tem a prerrogativa de analisar a constitucionalidade e a admissibilidade de todas as propostas, sendo, portanto, parada obrigatória para todas as propostas que tramitam no Senado.

Ao lado de Anastasia, já na mesa da presidência, Davi falou da responsabilidade do novo desafio. “Examinar a constitucionalidade das matérias em tramitação no Senado Federal, mesmo elas tendo passado por uma, duas, três comissões antes de chegar a esta comissão, é, concretamente, a consolidação do processo legislativo. Por isso, ao lado do professor Antônio Anastasia, este valoroso companheiro de notável saber jurídico, vamos trabalhar com afinco para garantir a aprovação de todas as propostas das quais o Brasil precisa para crescer”, disse.

O novo presidente da CCJ, cujo mandato vai até 2023, falou em conciliação e respeito. “A gente pode divergir, mas não pode se agredir. Que possamos, respeitar a legitimidade do mandato do outro, respeitar a opção daquele que é contrário, mas que a gente tente, dentro do limite, o máximo possível, se respeitar, se posicionar, sem agredir e sem ofender uns aos outros”, assinalou, em tom conciliatório.

Gratidão

Davi disse que vai tratar a condução das matérias com espírito público e responsabilidade. E afirmou que “a pauta da CCJ será a pauta do Brasil”.

“Tenho muito a agradecer. A começar pela possibilidade de cumprir mais essa missão em nome do Senado da República. Há 215 milhões de brasileiros que nos confiaram o voto e nos delegaram o poder de legislar para melhorar a vida deles. Então, o meu compromisso, hoje e sempre, é orgulhar o Brasil, defender os estados da federação e agradecer sempre, de uma maneira muito especial, ao meu Amapá, que me trouxe a esta Casa”, finalizou Alcolumbre.

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...