Gove Header

Consulado da França no Amapá confirma 5 casos de coronavírus na Guiana Francesa

Pacientes foram a um encontro religioso na cidade de Mulhouse, região Leste da França, e retornaram a Saint Laurent, na divida da Guiana Francesa com o Suriname.

Cleber Barbosa, da Redação

O cônsul da França no Amapá, Fabien Fournet, confirmou nesta quarta-feira (04) o registro de cinco casos de pacientes acometidos pelo coronavírus na Guiana Francesa. São cinco pessoas da cidade de Saint Laurent, na fronteira da Guiana com o Suriname. O representante consular do governo francês também confirmou o comunicado oficial do “Préfet de La Guyane”, denominação da administração local daquele Departamento Ultramarino, sobre o estado clínico dos pacientes – que já cumprem isolamento no Centro Hospitalar da Guiana.

São 5 pessoas que retornam do encontro religioso da Igreja Porta Aberta Cristã, que aconteceu de 17 a 24 de fevereiro na cidade de Mulhouse, no Leste da França, próximo a Estrasburgo. “Sua condição clínica não é motivo de preocupação nesta fase. Esses 5 pacientes foram atendidos pelas equipes médicas do Centre Hospitalier de l’Ouest Guyanais, apoiados por todos os meios regionais, e atualmente estão isolados”, diz a nota do governo local.

A unidade de vigilância, que reúne todos os serviços competentes, ativados desde o início da epidemia sob a autoridade do prefeito, com a participação da Coletividade Territorial da Guiana e da Associação de Prefeitos, foi imediatamente transformada em comitê de crise. “Além disso, foi mobilizado o sistema criado pela Agência Regional de Saúde em conjunto com a Unidade Regional de Saúde Pública da França, uma equipe móvel deslocada para Saint-Laurent du Maroni, a fim de realizar investigações adicionais, identificar pessoas que estiveram em contato próximo e prolongado com esses pacientes e fornecer a eles instruções específicas”, completa.

Por fim, o prefeito da região da Guiana, o diretor-geral da Agência Regional de Saúde e o reitor seguiram para a cidade de Saint-Laurent du Maroni, para garantir o progresso operacional adequado das medidas tomadas, cumprimentar as equipes médicas, tranquilizar a população e realizar uma reunião com o deputado do distrito eleitoral, o prefeito da cidade e as autoridades locais.

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...