Gove Header

Cônsul geral do Brasil em Caiena é recebido na Assembleia Legislativa

A visita, a primeira de um cônsul no parlamento, foi considerada como o evento "mais solene e formal" e de aproximação na relação entre o Poder Legislativo e o consulado.

Da Redação

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Kaká Barbosa (PL), recebeu nesta quinta-feira (2/9/2021) o cônsul geral do Brasil em Caiena, Luís Guilherme Parga Cintra, na Sala da Presidência da Casa de Leis. Na pauta das discussões, a campanha “Brasileiro Legal”.

O cônsul Luís Cintra chegou à Assembleia acompanhado da presidente da Comissão de Relações Exteriores da Casa, deputada Cristina Almeida (PSB) por volta das 9h30. Posou para fotos, e, juntos, seguiram para o estúdio da Rádio Assembleia (93.9FM).

A visita, a primeira de um cônsul no parlamento, foi considerada como o evento “mais solene e formal” e de aproximação na relação entre o Poder Legislativo e o consulado. Após a entrevista, seguiram para a reunião.

Também estavam presentes a vice-presidente do Legislativo e membro da comissão, deputada Telma Gurgel (Podemos), o vice-presidente da comissão, deputado Paulinho Ramos (PL), o secretário de Articulações Institucionais da Prefeitura de Macapá, José Aranha, o coordenador do curso de Relações Internacionais da Unifap, Paulo Gustavo Correa, e o Superintendente Substituto da Abin no Amapá, Alexandre.

Brasileiro Legal

Kaká Barbosa, Luís Cintra, Cristina Almeida, Telma Gurgel, Paulinho Ramos e demais participantes debaterem sobre a situação dos brasileiros que vivem na Guiana Francesa, principalmente, dos que estão ilegalmente no território estrangeiro.

O presidente da Assembleia Legislativa relatou sobre a importância da cooperação entre Brasil e França para o desenvolvimento da região de Oiapoque e até mesmo para a melhoria da condição de vida dos brasileiros que residem na Guiana Francesa.

“A Assembleia é composta por 24 deputados. Existe uma consciência do parlamento para construir um trabalho consistente tanto para os que residem no Amapá como para os que optaram por morar na Guiana Francesa. E agora, temos essa possibilidade de oportunizar aos brasileiros que estão ilegalmente em território estrangeiro condições para que consigam ter acesso à documentação necessária para que possam continuar na Guiana. Essa parceria entre a comissão e o consulado brasileiro pode agilizar esse processo”, destacou o presidente.

“A gente torce e, mais do que isso, vamos colaborar para que essa parceria se torne sólida, com a participação da Assembleia em busca de soluções para os brasileiros que desejam continuar nas cidades da Guiana, mas de forma legal”, disse Kaká Barbosa.

O cônsul geral do Brasil em Caiena, Luís Guilherme Parga Cintra, elogiou o comprometimento do presidente e dos demais parlamentares em buscar soluções para os brasileiros que residem no território francês e defendeu diversificar a cooperação entre o consulado e a Casa de Leis pelo “Brasileiro Legal”, uma vez que não há dados exatos de quantos brasileiros residem na cidade francesa e quantos estão de forma ilegal.

“São questão relevantes tanto para as pessoas que residem aqui, para os brasileiros que moram na Guiana Francesa e para o desenvolvimento do Estado do Amapá. Nosso papel hoje, foi em ouvir, conversar e buscar as melhores alternativas que possam atender a necessidade daqueles que buscam a regularização para que possam continuar morando na Guiana”, enfatizo o cônsul.

Para a presidente da Comissão de Relações Exteriores da Assembleia, deputada Cristina Almeida a cooperação precisa ser efetivada para que as pessoas possam acessar aos órgãos competentes e solicitar a documentação exigida pelo governo francês.

“É mais um importante passo dado para a efetivação dessa parceria com o consulado para que os brasileiros que optaram em morar na Guiana possam ter acesso aos documentos exigidos e assim viver em condições ideais na cidade onde escolheram residir”, salientou a legisladora.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...