Residencial Barcelona

Com lockdown, taxa de isolamento melhora, mas ainda abaixo do esperado no Amapá

Meta é alcançar 70% de isolamento. Medidas como o lockdown associadas a ações de saúde são as formas mais eficazes de combate à covid-19.

Na última terça-feira, 19, o Amapá atingiu a maior taxa de isolamento social do país, 57,9%. Os dados são da empresa de tecnologia Inloco e se referem ao primeiro dia de Operação Lockdown no Estado, com medidas mais rígidas para conter o avanço da covid-19.

O índice é 10% maior que o apresentado no dia 18 de maio. Apesar de positivo, o novo número ainda está abaixo da meta do Estado, que é de 70%.

Entre os municípios, os números oscilam de 61,8% a 42,2%. As cidades com as maiores taxas de isolamento são Serra do Navio – 61,8% – e Mazagão – 58,8%.

Em Macapá, foi registrado índice de 58, 3% – o terceiro maior entre os municípios. A capital concentra grande parte da Operação Lockdown com medidas como rodízio de veículos e barreiras sanitárias em bairros mais atingidos, como o Buritizal, na zona sul.

Na outra ponta, os menores indicadores foram para as cidades de Tartarugalzinho – 47,7% – e Ferreira Gomes – 42,2%.

Confira os índices de todos os municípios:

  • Serra do Navio – 61,8%
  • Mazagão – 58, 8%
  • Macapá – 58, 3%
  • Santana – 57, 4%
  • Cutias do Araguari – 56, 0%
  • Pedra Branca do Amapari – 55,9%
  • Calçoene – 55, 2%
  • Itaubal – 54, 5%
  • Pracuúba – 53, 6%
  • Laranjal do Jari – 51,2%
  • Vitória do Jari – 51,1%
  • Porto Grande – 51,0%
  • Amapá – 50, 5%
  • Tartarugalzinho – 47,7%
  • Ferreira Gomes – 42, 2%

Operação lockdown

Com atuação de 860 agentes, a Operação Lockdown foi montada pelo Governo do Amapá e pelas prefeituras para fiscalizar e reduzir a circulação de pessoas e de veículos através de medidas ainda rígidas.

Com menos movimento nas ruas, espera-se reduzir os números da covid-19 no Amapá. Até o dia 19 de março, foram 4.549 casos confirmados e 142 óbitos. A Operação se estende até 28 de maio.

Publicidade (x)

SebraeHeader01
você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...