Gove Header

Capital do Amapá volta à histórica cidade no dia de seu aniversário

Com diversos órgãos em atividade durante a programação do aniversário da cidade, a intenção do Governo é incentivar empreendedores para a formalização.

Da Redação

O governador, Waldez Góes, declarou na manhã desta sexta-feira, 22, a transferência simbólica da sede do Governo do Estado para o município de Amapá. A solenidade ocorreu em celebração ao aniversário do município, que completou 120 anos.

O decreto que oficializa a transferência simbólica em homenagem ao aniversário da cidade e destaca sua importância histórica para o Brasil é do governador Waldez Góes, que assinou o documento em 2009, durante o seu segundo mandato.

O primeiro ato oficial da sede do Governo no município foi a assinatura dos convênios da Secretaria de Desenvolvimento das Cidades (SDC) para limpeza urbana e destinação adequada de resíduos sólidos, no valor de R$3.527.908,42 com contrapartida de R$ 3.431,43 do município e, ainda, para urbanização do entorno do Estádio Municipal Júlio Vieira dos Santos, no valor de R$1.359,554,71 com recursos do Estado e R$1.360,92 contrapartida do município. “Reconhecer a grandeza histórica do município de Amapá é também olhar para frente, fortalecer os investimentos e avançar com o desenvolvimento da cidade”, declarou o governador.

Durante a solenidade, Waldez recebeu da Prefeitura de Amapá uma honraria em agradecimento pelo dedicação e apoio para o desenvolvimento do município. “É uma forma de reconhecermos principalmente o comprometimento em levar os investimentos e serviços públicos não somente para a sede quanto também para a zona rural do município”, afirmou o prefeito de Amapá, Carlos Sampaio.

Para a celebração da data, o Governo do Estado, em conjunto com a Prefeitura de Amapá, preparou uma ampla programação, que engloba ações de saúde, cidadania, empreendedorismo, fomento à agricultura familiar, anúncios de novos investimentos e encerra com show em homenagem à cidade.

Homenagens

O município de Amapá foi oficialmente criado em 1901, ano seguinte à assinatura do histórico Laudo Suíço, de 1900, quando prevaleceu a vontade brasileira em confirmar o Rio Oiapoque, e não o Araguari como queriam os franceses, como fronteira entre o Brasil e a França.

Além do decreto de transferência simbólica da sede do Governo para o município, outro ato do governador Waldez em reconhecimento da importância histórica da cidade de Amapá foi a sanção da lei que torna o 15 de maio, o Dia de Cabralzinho, feriado estadual.

 

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...