- Publicidade -

Campanha “Brasileiro Legal” é destaque em reunião da Comissão de Relações Exteriores

O cônsul geral do brasil na Guiana Francesa Luís Cintra, destacou a importância da conscientização dos brasileiros ao atravessar a fronteira.

Da Redação

A comissão de relações exteriores e defesa do Estado  (CRE), da Assembleia Legislativa do Amapá, esteve reunida nesta quinta-feira (26/8/2021) em sessão híbrida, para deliberar a respeitos das últimas ações e planejamento futuro.
Estiveram presentes os deputados Telma Gurgel (Podemos), Paulinho Ramos (PL) e a presidente da comissão Cristina Almeida (PSB) o superintendente da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), no Amapá, o cônsul geral do Brasil em Caiena (Guiana Francesa) Luís Cintra e os vereadores do município de Oiapoque Marcelo Martins (DEM), Lilia Karipuna (Republicanos), Caio Lazame (PSDB) e Marques Moto Táxi (PSL).

Na ocasião, foram discutidas algumas pautas como a questão do translado de brasileiros falecidos em território francês, reiteração do ofício enviado ao Itamaraty, comunicando a necessidade de o Brasil passar a figurar no Anexo II da circular DAP-PMJ4 do Ministério da Justiça da França e a campanha Brasileiro Legal, que pretende esclarecer e ajudar brasileiros a buscarem a legalização na Guiana Francesa.

Para a deputada Cristina Almeida o processo de regularização de brasileiros em território francês, atualmente é muito difícil. “Nós estamos muito próximos e a relação precisa ser permanente e constante para fortalecer essa parceria”, pontuou a presidente da CRE sobre a campanha Brasileiro Legal. A parlamentar ainda garante que essa cooperação entre Brasil e França, traria inúmeros benefícios, como a possibilidade de brasileiros trabalharem e estudarem na Guiana Francesa de forma legal.

Uma das principais bandeiras da CRE, é que seja possível para o brasileiro regularizar sua situação de forma ágil e correta. A Guiana Francesa conta com uma das maiores comunidades brasileiras no exterior vivendo na América do Sul: segundo estimativa disponível no Portal do Itamaraty, são cerca de 70 mil a 80 mil brasileiros morando no território, sendo que a maioria residente no país de forma ilegal.

O cônsul geral do brasil na Guiana Francesa Luís Cintra, destacou a importância da conscientização dos brasileiros ao atravessar a fronteira. “Esse esclarecimento é fundamental, para que eles possam vir até a Guiana Francesa legalizados e com documentos que sejam aceitos pelas autoridades francesas, tendo assim, uma perspectiva de vida melhor”, explicou ele, afirmando ainda que irá transmitir à Brasília as demandas da fronteira entre os países.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...