Residencial Barcelona

Câmara de Macapá anuncia suspensão da cobrança de imposto a carros de aplicativo

Após reunir com motoristas e a direção da Companhia de Transporte da capital, vereadores prometem ampliar debate sobre a regulamentação do serviço

Após articulação do vereador Marcelo Dias, presidente da Câmara Municipal, a Prefeitura de Macapá resolveu prorrogar por mais 30 dias o prazo para colocar em vigor o decreto que regulamenta o serviço de transporte por aplicativo na capital. O decreto entraria em vigor dia 3 de março.

O anúncio de prorrogação do prazo foi feito durante reunião ocorrida nesta segunda-feira, 17 de fevereiro, entre os representantes de motoristas por aplicativos, vereadores Marcelo Dias e Patriciana Guimarães, além do presidente da Companhia de Trânsito e Transporte de Macapá (CTMac), André Lima e o secretário do gabinete institucional de Macapá, Rodolfo Vale.

Os motoristas de transporte por aplicativos buscam apoio da Câmara de Vereadores para alterar o decreto, considerado cheio de “vícios” pela categoria. Os motoristas reclamam das taxas que serão impostas quando o decreto entrar em vigor. “Queremos maior flexibilidade na elaboração e publicação deste decreto”, reforça um dos representantes dos motoristas de transporte por aplicativo, Charles Gonzales. O motorista diz que a cobrança da taxa de 6% de tributos, entre Imposto Sobre Serviços, uso da malha viária e taxas de Apps, são alguns dos pontos que devem ser revistos.

Reunião

Aspecto da reunião entre o presidente da Câmara de Macapá, Marcelo Dias, vereadores, motoristas e a CTMac | Divulgação/CMM

Na sessão legislativa desta terça-feira, 18 de fevereiro, o motorista Charles Gonzales vai usar a tribuna da CMM para expor aos 23 vereadores a necessidade de alteração do decreto.

SebraeHeader01
você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...